divórcio, separação, filhos, apoio emocional
 
InícioInício  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se    

Compartilhe | 
 

 A recomeçar...

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte
AutorMensagem
Leunam
.
.
avatar

Masculino
Número de Mensagens : 550
Data de inscrição : 05/07/2010

MensagemAssunto: Re: A recomeçar... Qui Ago 23, 2012 3:14 am

Concordo com em parte com a frase. No entanto, penso que há uma questão que faz toda a diferença:
A maneira de pensar da autora e no meu entender está correta. Foi ela/e que perdeu… Mas…
Após o divorcio, ele/a já não conta. A nossa vida continua e não devemos ser melhores só porque ele/a nos perdeu.
Devemos ser melhores, porque gostamos ainda mais de nós. Devemos ser melhores, porque queremos morrer da mesmo forma que nascemos, ou seja, felizes!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Silvia Guimaraes
.
.


Feminino
Número de Mensagens : 35
Data de inscrição : 12/08/2012

MensagemAssunto: Re: A recomeçar... Qui Ago 23, 2012 3:41 pm

Caro Leunam ,
A autora, é, na realidade um autor... sim um homem!
É também verdade que devemos ser melhores, porque gostamos ainda mais de nós.. mas acho que só gostamos ainda mais de nós , porque compreendemos que perdemos alguém, mas este aguém se calhar não merecia alguém como nós...
Vou-lhe contar uma situação que me fez chorar muito, mas que ao mesmo tempo me ajudou a levantar....
Quando tive de contar lavada em lágrimas ao meu pai, que a menina que ele tinha levado ao altar... para se tornar mulher do homem que o coração escolheu para partilhar a vida, se ia divorciar...
Meu pai disse-me, filha ainda te lembras do que eu te ensinei quando eras pequena ...
Se caiste, tens que te levantar sozinha. Que isto te sirva de lição, se caiste e estás lá em baixo, tens que te levantar só assim vais aprender....
Voltar ao Topo Ir em baixo
Pedro78
.
.
avatar

Masculino
Número de Mensagens : 47
Data de inscrição : 02/02/2012

MensagemAssunto: Re: A recomeçar... Sex Ago 24, 2012 4:05 pm

Boa Noite,

Encontrei aqui muitas das respostas que procurava...

Observam-se aqui muitas palavras sábias e muita maturidade!

Obrigado a todos!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Silvia Guimaraes
.
.


Feminino
Número de Mensagens : 35
Data de inscrição : 12/08/2012

MensagemAssunto: Re: A recomeçar... Sab Ago 25, 2012 7:30 am

Caro Pedro,
Vou ser sincera que tive que consultar os seus "posts", para conhecer um pouco a sua história, porque o motivo pelo que cá está é o de todos nós infelizmente...
Pelo que consegui compreender, existe falta de maturidade por parte da sua ex-mulher... isto infelizmente é muito comum entre os casais, um tem maturidade o outro não, e, depois dá-se o choque frontal que na maior parte das vezes resulta em separação...
Eu falo por experiencia própria porque também o meu ex-marido ao fim de três anos de casamento ( 8 de namoro ), começou a querer ter vida de solteiro, e, os conflitos começaram, arruinando o nosso casamento.Apesar de eu o amar muito, não queria aquela vida para mim... se deixasse as coisas seguirem o rumo que estavam a seguir daqui por uns anos,ia viver uma vida de autêntico inferno.
As pessoas deveriam ter a noção que a vida de casado, não é igual á vida de solteiro...
São agora 2 pessoas, que devem pensar como uma só para as coisas resultarem.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Pedro78
.
.
avatar

Masculino
Número de Mensagens : 47
Data de inscrição : 02/02/2012

MensagemAssunto: Re: A recomeçar... Sab Ago 25, 2012 4:11 pm


Olá Silvia,

Faço minhas as suas palavras...

Silvia Guimaraes escreveu:
Caro Pedro,
... se deixasse as coisas seguirem o rumo que estavam a seguir daqui por uns anos,ia viver uma vida de autêntico inferno.
As pessoas deveriam ter a noção que a vida de casado, não é igual á vida de solteiro...
São agora 2 pessoas, que devem pensar como uma só para as coisas resultarem.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Silvia Guimaraes
.
.


Feminino
Número de Mensagens : 35
Data de inscrição : 12/08/2012

MensagemAssunto: Re: A recomeçar... Dom Ago 26, 2012 7:45 am

Para mim posso dizer que também não tem sido fácil, como é tudo muito recente ainda me questiono por diversas vezes... pode não acreditar mas só quando estou sozinha e com tempo é que me vem á cabeça os " e se ", pelo que segui o conselho de um colega e tento não ter espaço vazio na minha vida, nem que tenha que fazer programas sozinha, pelo menos estando ocupada não penso... até daqui por um tempo acho que a ferida vai fechar... mas a cicatriz essa irá permanecer...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Leunam
.
.
avatar

Masculino
Número de Mensagens : 550
Data de inscrição : 05/07/2010

MensagemAssunto: Re: A recomeçar... Ter Ago 28, 2012 3:30 am

A cicatriz vai permanecer?
Nada disso!
A cicatriz só tem que contribuir para uma maior maturidade.
Não deixa de ser uma parte da tua vida, que foi vivida com maus momentos, mas com toda a certeza com bons momentos também.
Eu não tenho cicatriz nenhuma. As feridas foram saradas, mas não ficou cicatriz!
O fracasso do meu casamento contribuiu para me tornar melhor homem, melhor pai e melhor amigo.
A capacidade de amar aumentou e a preparação para receber e cuidar de alguém novo na vida, também melhorou.
O fracasso de um casamento é isso mesmo, um fracasso!
Mas tantas vezes já fracassei na vida…
Quando não tirei as notas que queria na escola, quando amei e não era correspondido…
Quando escrevi e não tive respostas. Quando fui amigo e fui traído. Quando caí e tive que ir ao hospital!
Quando adoeci por não ter cuidado. Quando fiz sofrer os meus pais sem dar conta o quanto eles me amavam. Quando os meus filhos queriam falar comigo e eu não dei a devida atenção!
Isto são fracassos mesmo!
Agora, deixar alguém para trás que nos fez sofrer…
Penso que não é nada mais, do que a oportunidade de pedir desculpa aos nossos pais, estudar mais e melhor, cuidar melhor da nossa saúde. Prestar atenção a todos os detalhes relacionados com os filhos, escrever mais e melhor, ser mais amigo…
Penso que devemos mudar as coisas ao contrário, pois o verdadeiro fracasso é não nos levantarmos e não fazer acontecer.
O verdadeiro fracasso é “Não Viver”.
Voltar ao Topo Ir em baixo
MariaSa
.
.


Feminino
Número de Mensagens : 16
Data de inscrição : 11/07/2011

MensagemAssunto: Re: A recomeçar... Ter Ago 28, 2012 8:46 am

Olá a todos
Concordo plenamente com o Leunam. Estou separada já lá vai um ano....como o tempo passa!!! E desde então tenho VIVIDO como diz o Leunam Smile Vivido mais junto das minhas filhas, vivido mais junto dos meus queridos pais, vivido mais junto dos novos amigos que fui fazendo ao longo deste ano...Posso não estar junto da pessoa que amei, talvez ame ainda....já nem sei!!!! Mas sinto-me FELIZ.

Sílvia,
eu sou de Famalicão se quiseres podes contactar-me através do meu E-mail

Abraço a todos
Voltar ao Topo Ir em baixo
tarasofia
.
.


Feminino
Número de Mensagens : 28
Data de inscrição : 19/01/2012

MensagemAssunto: Re: A recomeçar... Seg Out 29, 2012 7:27 am

Bem.... passaram-se uns dias sem cá vir e dou logo com uma 'arrumadela de casa' e o meu tópico combinado com outros... a custo lá o encontrei scratch

Não há grandes novidades, acabou o verão, e aproximam-se dias cinzentos e frios.
Sempre associei o outono à melancolia, e o inferno (será inverno? ou são a mesma coisa?) à tristeza. Certamente o que me espera o futuro próximo...

Não há Mouro na costa... não interajo com terceiros excepto para trabalhar e esporadicamente umas conversetas.

Tenho um processo em tribunal, porque o ex-sócio não paga a pensão de alimentos ao filho desde dezembro de 2011, nem a parte dele das despezas de saude e educação. Além disso ainda fico de 15 em 15 dias sem saber para onde o meu filho vai... já que a criatura vive conjuntamente com aquela que tentou autodenominar-se de 'mamy' .
Fico fula, obvia e exclusivamente, por não saber exactamente onde esta o meu filho e com quem. Ja lhe perguntei mas ele não me respondeu... a mãe dele nem me atende o tlm e o pai dele mente-me :s. é o meu filho que me informa que o pai já não vive na casa da avó...
Além de tudo isto o tribunal não se despacha com o processo de incuprimento e agora a criatura 'ameaça' sair do país!
sinceramente, desejo que faça boa viagem, que vá pela sombra e para quanto mais longe melhor!

É preciso ser muito descarado para vir buscar o filho e implorar perdão, que me 'ama', e depois vira as costas e vai para a casa da 'mamy'... isto intercalado com as vezes que me diz que não paga a pensão porque não tem dinheiro (que é verdade... ele rebenta todos os tostões), mas que EU também não preciso (EU... como se ele me devesse a pensão a mim... e não ao próprio filho). Ainda têm o real displante de me jogar a cara que eu faço determinado tipo de vida e que compro isto ou aquilo... No No No

Quanto a mim... sinto-me relativamente bem sozinha, e continuo a fazer-me feliz!
Faço muita coisa que sempre gostei, mas que, por colocar sempre quase tudo à minha frente ia adiando...
Comprei-me uma mota! Grande, preta e com muitos cromados... como sempre gostei, e voltei a conduzir motas.... depois de 7 anos sem tocar numa, eis-me numa 1100 com quase 300kg de tara! Sou feliz quando, de 15 em 15 dias, marco encontro com o nascer do sol, e congelo durante dezenas de km, antes do meu destino, mas finalmente, e longe de tudo em silencio frente ao mar, as trevas da noite se afastam e deixam passar sunny que me faz parar de tiritar.

Depois do inverno, tenho novo encontro com a primavera... e até lá vou tentado aquecer-me com a lareira e as almofadas (que lentamente começam a retomar lugares antigos na minha cama). Começo por um lado a habituar-me a estar sozinha, afinal já vai fazer 2 anos... por outro lado mantenho a esperança de um dia, quem sabe... I love you

Voltar ao Topo Ir em baixo
mj_magalhaes
.
.
avatar

Masculino
Número de Mensagens : 137
Data de inscrição : 12/03/2011

MensagemAssunto: Re: A recomeçar... Seg Out 29, 2012 4:25 pm

Smile Olá piquena... Já não te lia há muito tempo, pensei que houvesse mesmo "mouro na costa"... Smile
Li bem?? 1100 CC ! Olha que quero continuar a ler-te! Já não me engasgo tão facilmente, mas continuas a surpreender... Smile

Fazes bem em ter "umas conversetas", isso é bom, não te feches.

Quanto ao menino, tenta separar águas. Uma coisa são os dinheiros, outra, é a relação dos dois, e o menino precisa dela. Não ataques a imagem do pai, mesmo que ele seja uma pessoa menos boa, a vida costuma encarregar-se disso. Procura que eles se relacionem, eu não acredito que ele faça mal ao petiz, vigia a coisa, mas sem intervir demasiado. Eu já percebi que és uma leoa e um poço de energia, mas tenta moderar-te para não prejudicar o pequeno inadvertidamente. Quanto à "mamy", foi infeliz a tirada, mas até pode ser uma boa pessoa, quem sabe, e quer tu queiras, quer não, o menino vai mesmo ter de conviver com ela... Tenta ser diplomática (e vigilante!).

Quanto a estar sozinha, é uma etapa, é bom vivermos bem conosco e tu estás a dar-te lindamente, pelo que leio.
Gostei muito de te ler e ver que está tudo bem.

Voltar ao Topo Ir em baixo
tarasofia
.
.


Feminino
Número de Mensagens : 28
Data de inscrição : 19/01/2012

MensagemAssunto: Re: A recomeçar... Ter Out 30, 2012 10:48 am

nem sei por onde pegar...

... o ex-sócio é definitivamente uma porta fechada na minha vida. Cada um faz as suas escolhas e tem de arcar com as consequencias delas, mas há os danos colaterais... eu já prometi ao meu filho não discutir com o pai dele, mas é-me impossivel não discutir com alguem que insiste em controlar a minha vida, que me tenta agarrar, entra pela minha casa a dentro e me bloqueia as saidas... eu juro que tento... mas a verdade é que sou temperamental e não tenho medos, e saí sempre conflito quando me vejo encurralada.

Eu tento proteger o meu filho e a imagem que ele tem do pai, mas bolas, é dificil ser a unica a arcar com as obrigações que deveriam ser de dois. Nem quero pensar estar na pele dele e só ver o meu filho de 15 em 15 dias, mas em boa verdade, foi ele que nos deixou para trás... há muito tempo. Ele nunca tinha tempo para nós... e se eu o amei... mas não era feliz, e eu não me sinto na obrigação de viver infeliz... ele fez a escolha dele, e eu a minha... prefiro estar só, que viver na solidão dentro de uma relação.

... mas lixa-me, ainda hoje... proclamar o seu amor por mim, que nunca mais vai gostar de alguem como gosta de mim, virar costas e ir dormir com outra!!! Hellow... é só a mim que isto me faz confusão???

Depois penso: - Cacete sou mesmo triste... e não, não é ciume, mas como que me considero injustiçada... então aquele gajo ja está bem na vida dele e eu continuo praquí sozinha?!?!?!?!?!

e não consigo aceitar que o meu filho esteja num sitio que eu não sei onde... e se ele precisar de mim????????? como chego até ele????????

e não consigo refazer a minha vida, espero um dia apaixonar-me, mas é dificil... como é que me posso apaixonar se não permito que se aproximem de mim? Eu não quero nada pela metade... mas não vou colocar outro homem na minha casa... Sinto falta de afecto, mas a ideia de me entregar a um homem novamente... bem... não é desta... afinal eu não sou nenhuma bicicleta, não vou andar debaixo de um e outro ( desculpem a palavreado, mas é assim que eu penso, na minha situação, não faço juizos de valor alheios).

são muitos e...e...e... na minha vida.
Bolas, ninguem me dá nada... também não tenho nada que fazer fretes aos outros, não tenho paciencia para futilidades de mesa de café. Estou sozinha, é um facto, mas aceito a minha solidão, não a temo. Enche-se-me o coração de felicidade com pequenas coisas, e alegro-me por ainda ser capaz de ver beleza em coisas simples.

O que tiver de ser meu, será!

Mas verdade seja dita... não tenciono facilitar em nada a vida ao ex-sócio... não quero nem mais nem menos daquilo que o meu filho tem direito. E nem que eu vá ao fim do mundo e volte...

Voltar ao Topo Ir em baixo
tarasofia
.
.


Feminino
Número de Mensagens : 28
Data de inscrição : 19/01/2012

MensagemAssunto: Re: A recomeçar... Ter Out 30, 2012 10:53 am

mj_magalhaes escreveu:
Smile Olá piquena... Já não te lia há muito tempo, pensei que houvesse mesmo "mouro na costa"... Smile
Li bem?? 1100 CC ! Olha que quero continuar a ler-te! Já não me engasgo tão facilmente, mas continuas a surpreender... Smile


Leste bem Twisted Evil 1100cc ou 65 cavalos de pura liberdade!

Fiquei feliz por ti Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
mj_magalhaes
.
.
avatar

Masculino
Número de Mensagens : 137
Data de inscrição : 12/03/2011

MensagemAssunto: Re: A recomeçar... Ter Out 30, 2012 6:40 pm

Smile olá Sofia.
Não será melhor ele não entrar em tua casa? Conheço como as minhas mãos o ap da ex, mas nunca lá entro, e chegou a ir de férias e deixar-me a cadela e as chaves de casa... Tenta identificar os pontos de choque e corta de raíz!
Logo no início da minha separação, ofereci um tlm à menina precisamente para contornar algumas dificuldades..
Não deixes de ser temperamental, fica-te bem! Smile Eu daria uma má mulher, vendo-me encurralado pregava-lhe com uma jarra nos ****** e poupava uma discussão. Mas, por favor, não o faças, em especial com o menino por perto!
Ninguém gosta de se ver encurralado, é um acto muito hostil.

Sofia, ele estar com o filho onde lhe dá na telha, dois dias a cada quinze, é inevitável, não lutes batalhas perdidas. Tenta que ele permita que fales com o menino uns minutos nesses dias, arranja-lhe um tlm, qualquer coisa, mas não te desgastes nem permitas que ele se ponha a moer-te com isso.

Aquilo que ele proclama, traduzido, lê-se: "A minha ex é minha. Mas a actual também é. Nada de outros gajos por perto.". Alguns de nós são assim, mas depois amadurecem, não ligues. Faz-lhe sentir por atitudes que agora é o pai do teu filho e um conhecido, algo mais que um desconhecido, mas menos que um amigo. A indiferença e o silêncio são uma forma de reagir válida. (eu sei, bem usadas podem ser muito hostis... Smile ).

Compreendo muito, muito bem, a tua solidão, a carência, .., mas tens de tomar o teu tempo, curar feridas e ir com calma. É legitimo o medo de falhar outra vez, mas não estamos isentos, terá de haver cuidado, e a percepção de que essa carência e o temperamento mais vivo, são maus conselheiros. Não duvido que aparecerá alguém, mas usa de cuidados, creio que o afecto que anseias não vem de relações fugazes e pouco amadurecidas.

Gosto muito de falar contigo, vê se não desapareces mais uma catrefada de meses. Quando tiver de ser, que seja por uma boa razão. Smile
Cuida de vcs.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Leunam
.
.
avatar

Masculino
Número de Mensagens : 550
Data de inscrição : 05/07/2010

MensagemAssunto: Re: A recomeçar... Seg Nov 05, 2012 5:49 am

Quando os nossos filhos estão com a o pai/mãe e não conosco, preocupamo-nos muito e queremos estar sempre por perto.
Mas na realidade, será que devemos ser assim controladores?
Afinal de contas, eles passam connosco a maior parte do tempo!
Viver sozinho/a, não é a mesma coisa que viver em solidão.
Aprender a viver sozinho/a, é aproximar o amor de nós próprios. Crescer enquanto indivíduos!
A natureza (mais forte do que imaginamos) da vida, encarrega-se nos abrir as portas que necessitamos. Só temos que estar preparados para abrir essa porta, embora seja necessário “espreitar” pelo visor.
Voltar ao Topo Ir em baixo
tarasofia
.
.


Feminino
Número de Mensagens : 28
Data de inscrição : 19/01/2012

MensagemAssunto: Re: A recomeçar... Seg Nov 05, 2012 8:48 am

Leunam escreveu:
Quando os nossos filhos estão com a o pai/mãe e não conosco, preocupamo-nos muito e queremos estar sempre por perto.
Mas na realidade, será que devemos ser assim controladores?
Afinal de contas, eles passam connosco a maior parte do tempo!

Não é uma questão de ser controladora...é por ser o correcto. Eu não levo o meu filho para fora sem o avisar, nem de fim de semana, nem férias. Quando o meu filho está comigo, está comigo e não entregue a terceiros...
Eu tenho o direito de saber exactamente onde está o meu filho, e quem está a cuidar dele. É um direito que me assiste e que eu não abro mão, ele não pode pura e simplesmente mudar de morada sem me comunicar, está escarrapachado no acordo de regulamentação das responsabilidades parentais, que, diga-se de passagem, o pai do meu filho insiste em não cumprir.
E se acontece alguma coisa, como o encontro? ele só têm 6 anos...não têm autonomia para ter um tlm e me ligar se precisar de mim...
... e se um dia o pai do meu filho decidir não o vir entregar na data acordada?
Longe de mim quere privar o meu filho da companhia do pai... nem tão pouco exigir ao pai que não refaça a vida dele com outras pessoas.
É o meu filho... não há lugar para margens de manobra. Eu sei que não posso estar com ele 24/7, mas posso e devo saber onde ele está... afinal 6 anos são apenas 6 anos.





Voltar ao Topo Ir em baixo
tarasofia
.
.


Feminino
Número de Mensagens : 28
Data de inscrição : 19/01/2012

MensagemAssunto: Re: A recomeçar... Seg Nov 05, 2012 9:13 am


mj...
há bastante tempo que eu tento não permitir ao ex entrar em minha casa, no entanto ele arranja sempre desculpas, tipo... deixa-me usar o te wc por favor, a viagem é longa blá blá blá... e acaba por ser dificil impedir a sua entrada, porque o meu filho está a assistir. enfim... a maior parte das vezes corre bem, outras nem tanto. O pior é sempre o meu filho, porque eu consigo lidar bem com o bixo...
... eu acredito sinceramente que o ex esteja muito arrependido, e também acredito que continue a gostar de mim, e que por isso ver-me afastar dele lhe custe, mas ele vai ter de aceitar isso, porque não mesmo volta a dar, e ou aceita a bem, ou eu estou cá para o que der e vier, e acredita que sou mesmo um ossinho duro de roer Twisted Evil

Quanto a minha solidão, cada vez mais é por opção minha. Não sou nenhuma estampa, mas sou culta e educada, e cheia de valores e altamente incovencional. Até agora tudo o que faço é enxotar os 'cães' que vêm sondar o território.
Sinto falta de um companheiro... não de um parceiro sexual.
Quero um homem que embarque nas minhas aventuras, e não um que as tente travar. Quero um homem que estique os meus limites e não um que me encurte as fronteiras. Preciso de alguem que viva par a par comigo, não na minha sombra, nem que me ensombre.
Se houver alguem assim para mim ficarei feliz... senão houver... bem... se não houver acho que consigo sobreviver-me.
Não aceito nada pela metade... não tenho pressa, nem medos!

Vou aparecendo, porque gosto quando tu 00011 pode ser que assim entre algum juizo!!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
mj_magalhaes
.
.
avatar

Masculino
Número de Mensagens : 137
Data de inscrição : 12/03/2011

MensagemAssunto: Re: A recomeçar... Sab Nov 10, 2012 6:44 pm

Smile tarasofia, boa noite.
Tem lá paciência, mas és uma verdadeira estampa, conforme se vê pela tua foto! Uma gata! Se calhar, é por isso que corres com os "cachorrinhos" todos... Very Happy
Eu 00011 a poucas pessoas, sendo que o factor comum entre elas é o carinho que lhe tenho. Desculpa se tenho sido chato contigo, não tive intenção.

Dizes-te inconvencional, é certo e evidente, mas não é mau, pessoalmente, gosto. So far, so good...
Pessoalmente, tenho medo a motos, talvez fruto de ter andado, muito jovem, com amigos suicidas, ainda levanto as sobrancelhas quando vejo kawas verdes e hondas vermelhas e pretas... Piercing's e tattos (nem sei bem como se escreve..) não aprecio, mas não me incomodam e respeito quem goste, já dei comigo a imaginar-te e gostei da imagem. Dormir com almofadas, ser friorenta, temperamental, frontal, enérgica, tenaz, intrépida,... Da imagem que vou formando da tua personalidade, gosto, e no mais, é o teu direito à tua individualidade.
O convencional não é necessariamente bom, vejo padrões aceites pela maioria com os quais eu discordo, mas são esses os convencionais.

Disseste há dias: "Cacete ( Smile ) ...então aquele gajo já está na vida dele e eu estou sozinha?!?! Smile Linda, não sabes se ele está bem, se continuará a estar, caso esteja, nem importa, esperemos que que esteja. O que importa é que te sintas bem como estás, antes só, que com um "cachorro a moer o juízo...". Esperemos que apareça alguém, na totalidade, e até lá, tenta viver bem contigo mesma. Compreendo muito bem o que querias dizer naquele parágrafo da bicicleta, apesar de ter sorrido de divertido com a expressão. A tua postura aí reflectida não é a geralmente aceite, mas considero-a muito válida! Gosto do teu inconvencionalismo e da forma como o expressas.

"...alegro.me por ainda ser capaz de ver beleza em coisas simples.", foi assim que terminaste um parágrafo, e é nisso que ando a pensar há uns dias. Essa capacidade é bonita, e o não a termos perdido, diz bastante do nosso coração.
Deixo-te o meu mail - [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] -, caso queiras trrocar impressões..
Diverte.te e tem uma noite boa. Smile
Voltar ao Topo Ir em baixo
tarasofia
.
.


Feminino
Número de Mensagens : 28
Data de inscrição : 19/01/2012

MensagemAssunto: Re: A recomeçar... Qui Nov 15, 2012 7:41 am

00011 faz falta... temos de reconhecer que não somos donos da sabedoria, e quepor vezes a nossa visão se turva, e é nesses momentos que preciso de 00011 para deixar de ser teimosa e enveredar no caminho certo.
... por isso be my guest...

Em relação aos gostos menos comuns... bem tive de respeitar durante todo o tempo que dependi dos meus pais as escolhas deles, e por isso, e ao contrario dos meus irmão nunca fiz piercings nem tattoos à revelia deles. Agora, depois dos trinta, sou sincera... tou-me positivamente a borrifar para quem não gosta, é o meu corpo. Obvio que reconhço que tenho de manter uma imagem clean, e não fazer piercings e tattos que se vejam no dia a dia... de resto exijo dos outros o mesmo respeito que lhes dedico!
Eu também tenho medo de motas e carros, tanto que nas motos apenas confio em mim para conduzir ( e mesmo assim não confio em mim o suficiente para permitir-me andar com um pendura), e nos carros também raramente ando de pendura. Gosto muito de conduzir, seja o que for, mas para mim, sempre foi mais importante o chegar, e é sempre isso que tenho em mente quando saio, vou passear, mas o importante é voltar a casa. De resto é mesmo aproveitar o vento, o sol, e tudo o que a natureza me oferece. É na natureza que encontro a maioria das pequenas coisas que me fazem sorrir de verdadeira felicidade... pode ser uma pequena flor que insiste em desabrochar no meio de uma rocha, ou uma raposita a saltitar, um peneireiro a pairar sobre a presa, o mar azul, um 'gosto de ti mamã', pequenas coisas, comuns, mas de valor inestimável.
pequenos momentos de felicidade que me movem todos os dias. isto pra mim é viver... pode melhorar, mas para já chega-me... uns dias, outros não...
Voltar ao Topo Ir em baixo
mj_magalhaes
.
.
avatar

Masculino
Número de Mensagens : 137
Data de inscrição : 12/03/2011

MensagemAssunto: Re: A recomeçar... Qua Dez 05, 2012 6:09 pm

Olá tarasofia
A tua vida é feita de muitas pequenas coisas muito bonitas, como a da maioria, a tua virtude, é a capacidade de as apreciar, de retirar satisfação apenas por apercebê-las.
Espero que hoje seja um dia bom.
Boa semana.
Voltar ao Topo Ir em baixo
xad
.
.
avatar

Masculino
Número de Mensagens : 671
Data de inscrição : 04/01/2011

MensagemAssunto: Re: A recomeçar... Dom Dez 16, 2012 12:47 pm

Silvia Guimaraes escreveu:
Eu nem sei bem, como isto me foi acontecer... Nunca sabemos até que a situação do divórcio nos bate á porta...
Tenho 30 anos, namorei 5 anos ao fim desses anos casei com o meu ex-, estivemos casados 2 anos e meio... até que á 1 mês atrás o meu mundo desabou, os planos que tinhamos feito foram esquecidos no dia em que este me disse que os sentimentos que tnha por mim já não eram os mesmos, já não sabia o que sentia... dai até ao divórcio foi um mês, tentei a todo o custo salvar o meu casamento, era eu a puxar para um lado e ele a puxar no sentido contrario ( a afastar-me ), saidas aos f-d-semana sozinho, idas ao café diárias, noitadas... e eu a aguentar com isto tudo.. a desconfiança começou a apoderar-se de mim, o sentir-me sozinha, abandonada, apesar de tudo antes de irmos cada um para o seu lado, ainda lhe perguntei á hipotese de salvar este casamento, a resposta veio como um balde agua fria... não!
Os papeis do divórcio foram assinados, os bens partilhados, mas o amor que sinto por ele não me está a deixar seguir em frente, sei que ele não me merece, mas ainda o amo muito..
Neste momento já estou a viver sozinha, mas a solidão é muito grande, há dias em que parece que não vou aguentar, onde vou buscar forças para aguentar isto, já estou sem falar com ele á 5 dias...
Preciso de me libertar e esquecer este amor. Como fazer? Arranjando um novo amor? Será só por vingança, visto que as atitudes dele eram de quem já tinha arranjado outra para me substituir?
Como vou recomeçar?

Olá Silvia ...li a tua historia ...Como esta a tua situação atualmente ??? Espero que pelo melhor ...Qualquer coisa , apita ...Smile
Voltar ao Topo Ir em baixo
tarasofia
.
.


Feminino
Número de Mensagens : 28
Data de inscrição : 19/01/2012

MensagemAssunto: Re: A recomeçar... Qua Dez 26, 2012 4:30 pm

Hey!

Os dias passam, e com eles tento expulsar da minha vida as coisas negativas.

Eu sempre odiei o inverno, os dias pequenos, o frio... e os ultimos invernos foram bem rigorosos, mas este nem por isso. Por alguma razão, este ano o frio teima em não chegar. Espero conseguir manter-me assim.

Lá fora, nas noites longas descobri que o luar de inverno alumia mais Smile. Na noite de natal, enquanto viajava, apercebi-me deste luar, e fique rendida a ele. É frio, sim, é certo, mas a sua luz dá-me uma nova prespectiva das coisas, e eu gostei! acho que vou começar a olhar para o inverno com outros olhos.

Acredito que vai ser um bom inverno!
Voltar ao Topo Ir em baixo
tarasofia
.
.


Feminino
Número de Mensagens : 28
Data de inscrição : 19/01/2012

MensagemAssunto: Re: A recomeçar... Seg Maio 20, 2013 7:40 am

Life sucks ... again Sad

Rendo-me às evidências, e aceito finalmente que a vida é uma montanha russa, feita de altos e baixos, e que nem tão pouco precisamos de motivos particulares para entrar numa descida vertiginosa... basta antes estarmos num momento mais alto.

Basicamente, num ano normal esta começava a ser a altura que mais gosto, e por consequência aquela que mais brilho me trazia... mas este ano ando triste, desmotivada e sem pachorra.

Quando ando assim torno-me particularmente estranha, e vêm ao de cima o pior que há em mim, que invariavelmente atinge aqueles que me são mais próximos... quando caiu em mim é geralmente tarde demais, e depois vêm a tristeza e a desilusão comigo própria...

As boas noticias é que depois de uma descida vertiginosa, só me espera um recta, ou uma subida... as más noticias é que fico cansada de andar em frente, sem ter um destino, uma meta, um propósito. Sigo em frente porque não tenho alternativa, olho em volta, mas não vejo... ou o que vejo não me diz nada... sinto-me vazia, e isso dói de forma insuportável.

Bolas, porque raio tenho de pensar tanto nas coisas... preciso e um coma induzido para os meus neurónios.

Esta é sem dúvida uma daquelas alturas em que ficar fechada sem sair de casa, sem sequer espreitar o mundo por uma fresta, me parece uma ideia tentadora.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ondamari
.
.
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 1605
Data de inscrição : 11/12/2008

MensagemAssunto: Pós divórcio... Parte III Qua Jun 12, 2013 7:31 am

Olá! Já por cá andei muito tempo. Fiz bons amigos, conheci pessoalmente algumas pessoas. Partilhei experiências, tempos bons e menos bons.

Tudo se ultrapassa e se há coisa que aprendi é que nada dura para sempre. Nem o bom... Nem o mau Smile

Deve haver por aqui (algures) quem ainda se lembre da minha história mas atalhando tenho 3 casamentos e 3 respectivos divórcios no meu «currículo». (e ainda estou na casa etária dos 30 ehheheh).

Sempre fui muito temerária e sempre gostei de «apostar» que aquele seria diferente, que com «aquele» seria para sempre. Sem dúvida que sempre foi diferente, mas foram todos igualmente maus e que terminaram por razões dolorosas as quais não irei voltar a explicar.

Seja como for vejo-me agora presa a um descrédito incontrolável (desculpem lá homens) a todos os seres da raça masculina. Vejo-me a colocar tudo sempre em dúvida...

Após o meu divórcio, ocorrido em Julho de 2012 uns meros 18 meses após o casamento, «saí» com um ex namorado que tinha sido muito especial para mim. As coisas estavam a correr bem, achava eu, até ele desaparecer sem razão. No entanto nunca deixou de me contactar totalmente.

Sabem aquele típico «não f... nem sai de cima»? lol

Tenho me sentido sozinha mas agora quero me voltar a apaixonar por mim o que se está a revelar um processo moroso. 

O último ano foi terrível. Tive imensas dificuldades económicas. Imensos problemas com o pai da minha filha (neste momento corre um processo contra ele no MP). Graves discussões com a minha mãe... Uma depressão pelo meio com tentativa de suícidio à mistura... 

Perdi «amigos» que nunca o foram. A frase «passo bem sem as tuas sms porque também só te sabes é queixar» levou-me a aprender que não se deve confiar abertamente em ninguém hoje em dia...

Mas cá ando... Com o Verão à porta e ainda a esperança de conseguir voltar a ser feliz...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Didix
.
.
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 34
Data de inscrição : 12/06/2009

MensagemAssunto: Re: A recomeçar... Qua Jun 12, 2013 6:37 pm

Penso que só nos devemos arrepender do que não fazemos e não do que fazemos...e demonstras grande coragem em tentares encontrar a tua felicidade ... não é fácil seguir em frente ouvindo criticas de quem continua infeliz numa relação em que se acomodou mas que parece bem continuar nela...

Lembrava me apenas do teu nick  mas não da tua história, é da mesma altura da nribeiro se não me falha a memória e embora escrevesse pouco lia assiduamente tudo o que era escrito no fórum, na altura com muuuuitos comentários diários.
Voltar ao Topo Ir em baixo
tarasofia
.
.


Feminino
Número de Mensagens : 28
Data de inscrição : 19/01/2012

MensagemAssunto: Re: A recomeçar... Seg Set 30, 2013 10:37 am

Nem sei por onde começar.... foi há tanto tempo que parece que foi noutra vida, mas da minha relação resultou um rebento, que vive comigo desde os 4 anos, altura em que o progenitor foi 'convidado' a sair da minha vida.
Não deixa de ser triste, que de tantos anos de vida em comum com alguém não tenha restado nada, rigorosamente nada, nem tão pouco raiva, apenas vazio. Infelizmente dado ser o progenitor do meu rebento tenho de me cruzar com ele volta e meia.
Embora se tenha passado quase 3 anos, ele insiste, da pior forma, em estar presente na minha vida... isto porque desde janeiro de 2012 que não comparticipa com um centavo nas despesas do filho, ou seja nicles de PA.
Ora, o tribunal levou mais de um ano a resolver um incumprimento, do qual resultou alteração da regulação dos PP, do qual já existe mais um incumprimento ( sabe deus quanto tempo levara desta vez... para não dar em nada, novamente),  como se não bastasse, ainda tenho de andar a remendar a cabeça do puto, que quando vêm da casa do pai, pede-me sempre para que ' a mãe e o pai' vivam na mesma casa.
Desta vez a coisa parece que piorou, porque este fim de semana o miúdo pediu-me para contar como foi o meu casamento, e porque tinha eu 'terminado' tudo com o pai... - o pai disse que foste tu mãe! que ele gosta muito de ti.

FDP, que não tem outro nome, insiste em culpar-me, e não se poupa de instruir o miúdo no mesmo sentido. O pior é que só pode ser mesmo para minar a minha relação com o meu filho, já que ao que parece, anda vive não vive, com uma ex-namorada ( graças a Deus, rezo muito para que sejam felizes e assim ele me deixe em paz!).

A angustia do miúdo é devastadora, e é difícil explicar-lhe como as coisas terminaram.

Sinto-me profundamente triste, pelo que o meu filho tem de passar, ao mesmo tempo sinto-me como que 'atacada' e perseguida.

Pergunto-me tanta vez quando vai ser finalmente mais fácil

... enfim, só mais um desabafo...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: A recomeçar...

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A recomeçar...
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 6 de 7Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Fórum Divórcio :: LIDAR COM O DIVÓRCIO :: Períodos pós-divórcio-
Ir para: