divórcio, separação, filhos, apoio emocional
 
InícioInício  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se    

Compartilhe | 
 

 Como ultrapassar a solidão

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1 ... 17 ... 30, 31, 32, 33, 34  Seguinte
AutorMensagem
Sandra Lua
.
.
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 1770
Data de inscrição : 19/05/2013

MensagemAssunto: Re: Como ultrapassar a solidão Sex Out 18, 2013 7:13 am

Olá, de Lisboa também....
Voltar ao Topo Ir em baixo
Florzinha
.
.
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 523
Data de inscrição : 19/04/2013

MensagemAssunto: Re: Como ultrapassar a solidão Sex Out 18, 2013 7:44 am

Ei, alguma coisa contra o Porto??????????? Qualquer coisa fico em casa da Sandra (ih! ih! - eu e + uma, percebes, Sandra??????)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sandra Lua
.
.
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 1770
Data de inscrição : 19/05/2013

MensagemAssunto: Re: Como ultrapassar a solidão Sex Out 18, 2013 7:50 am

Florzinha, é quando quiserem. MESMO.
É só combinar
Voltar ao Topo Ir em baixo
marguerita
.
.


Feminino
Número de Mensagens : 9
Data de inscrição : 12/11/2012

MensagemAssunto: Re: Como ultrapassar a solidão Sex Out 18, 2013 12:19 pm

Olá , eu estou mais a sul , costa alentejana .
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anabelaflor
.
.
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 41
Data de inscrição : 30/11/2011

MensagemAssunto: Re: Como ultrapassar a solidão Dom Out 20, 2013 8:47 am

É muito bom quando encontramos pessoas para desabafar. Este foi o espaço que encontrei para "ouvir" e "falar". Muitas experiências iguais. Estou separada há quatro anos e confesso que a dor ainda persiste. Ainda choro, mas, uma das formas que encontrei para acabar com a solidão foi voltar a estudar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
RMSS

avatar

Feminino
Número de Mensagens : 3
Data de inscrição : 24/08/2011

MensagemAssunto: Re: Como ultrapassar a solidão Dom Out 20, 2013 3:42 pm

olá

Já por aqui ando há dois anos, e nunca comentei nenhum post, mas quis fazê-lo agora pq tb partilho deste sentimento. Eu consegui superar «bem» o fim da minha relação, tenho feito um esforço enorme para me manter sempre positiva, com a esperança de que um dia as coisas vão mudar, saio de vez em quando com amigas, tenho várias atividades, tenho um filho lindo, mas ainda assim sinto cada vez mais o peso da solidão.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Florzinha
.
.
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 523
Data de inscrição : 19/04/2013

MensagemAssunto: Re: Como ultrapassar a solidão Dom Out 20, 2013 4:06 pm


Primeiro temos que aprender a viver sozinhas, a gostar de nós com tristeza e solidão à mistura, mas na minha opinião é um percurso inevitável que no fim compensa e muito!

Achei por bem recuperar esta frase da página anterior que me parece fantástica.
Não haja dúvida que diz tudo...
A tristeza, a solidão, a angústia, o medo, são sentimentos que fazem parte da vida e que certamente não apareceram com o divórcio e certamente não desaparecem com o aparecimento de um companheiro/a.
Uma pessoa com quem partilhar a vida pode atenuar estes sentimentos mas, também traz algumas complicações, principalmente na vida prática....
Vamos lá ser positivas!!!!!!! Temos de aprender a viver sózinhas e não fazer depender a nossa felicidade de terceiros!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sandra Lua
.
.
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 1770
Data de inscrição : 19/05/2013

MensagemAssunto: Re: Como ultrapassar a solidão Seg Out 21, 2013 3:48 am

Concordo com a Florzinha e acrescento que tudo depende nós, a nossa felicidade principalmente.
Quantos de nós, dentro da relação, dávamos tudo por uma tarde sozinhos? Penso que quase todos! Neste momento temos que aprender a viver com outro tipo de solidão e reaprender-nos. Não é fácil, mas nada é fácil por isso... mãos á obra!!!
Uma óptima semana para todos, e Florzinha a ver se vamos beber um copo. Ando com saudades....
Voltar ao Topo Ir em baixo
BJZ

avatar

Feminino
Número de Mensagens : 4
Data de inscrição : 14/10/2013

MensagemAssunto: Re: Como ultrapassar a solidão Seg Out 21, 2013 2:17 pm

Se calhar ainda estou numa fase muito recente após a minha separação - pelo que leio de outros testemunhos - e por isso talvez não tenha conseguido perceber verdadeiramente.
Mas não consigo efectivamente sentir-me animada, ajudada, compreendida. E procurei encontrar algo onde me revisse. Cheguei a este fórum, onde há homens e mulheres que passaram, passam por situações semelhantes à minha.
Entendo que todas são diferentes, que cada dor é única, que cada cenário que compõe o presente se fez de experiências diferentes.
A minha dói-me, cada vez que penso que me estou a endireitar acontece qualquer coisa que volta a deitar abaixo. Separei-me porque o meu companheiro apesar de ter concordado em termos um filho não me apoiou quando se percebeu que havia alguma errada comigo. Descobri depois que me era infiel há alguns anos e que família e amigos sabiam. Nem depois de ter saído de casa, que era nossa mas ficou para ele, estava outra pessoa a viver na minha casa, a dormir na minha cama.
Continuou a dizer que me amava mas manteve-se sempre com outras. Acreditava que ele fazia isso mas não era sério.
A semana passada descobri que ele vai ser pai. A mim dizia-me que não estava preparado, por isso é que não me tinha conseguido apoiar. Agora a mulher com quem já estava envolvido antes de nos separarmos (que sabia quem eu era), que acabou por definitivamente se mudar para a minha casa ficou grávida por acidente.
Eu tenho 37 anos, nunca tive filhos, tenho uma vontade enorme de os ter e acho que isso nuca vai acontecer.
Por isso, e perdoem-me se soar rude, não percebo como posso ser positiva e ser feliz sozinha.
Desculpem, isto será só a dor a falar, mas o que leio aqui é exactamente o que me dizem pessoas que nunca passaram por isto.
Eu quero saber é como é que se faz. Eu não quero estar sozinha, eu não quero ser feliz sozinha.
Eu sou racional e tenho a perfeita consciência que diria exactamente as mesmas coisas a alguma pessoa amiga que passasse por isto, mas eu não percebo como faço.
Eu choro todos os dias no regresso a casa. Eu não preciso de aprender a viver sozinha, isso já eu faço. Não morro por estar sozinha, sei fazê-lo. MAs sou infeliz, não é o que eu quero.
Não há ninguém por aqui que sinta algo igual? Que me possa dizer algo mais para além de tudo o que leio nos livros de psicologia positiva?
Desculpem o longo desabafo, desculpem teimar em não querer aceitar. Mas eu estou à procura de algo que me ajude e ainda não encontrei.
Voltar ao Topo Ir em baixo
xad
.
.
avatar

Masculino
Número de Mensagens : 671
Data de inscrição : 04/01/2011

MensagemAssunto: Re: Como ultrapassar a solidão Seg Out 21, 2013 3:04 pm

Alexandra...Boa noite ...

Sei que não é nada façil, mas tens de seguir em frente ...O mundo não acaba aqui...

Pensa positivo , diverte-te , faz coisas que gostes...levanta a auto estima ...Faz qualquer coisa , mas faz ...

Amanha , tudo será melhor Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sandra Lua
.
.
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 1770
Data de inscrição : 19/05/2013

MensagemAssunto: Re: Como ultrapassar a solidão Ter Out 22, 2013 1:16 am

Olá BJZ, olha o melhor disto tudo é que aqui podes dizer tudo o que quiseres, até mandar-nos aquela parte se te apetecer.
Como cada um tem a sua história, por vezes acabo por banalizar, e escrever clichês...
Penso que no fundo, ninguém gosta de estar sozinho mas, "shit happens"... Por isso a única mensagem que quero que retenhas é esta: não deixes passar a vida por ti, vivê-a. Não te foques no facto de que estás sozinha, foca-te no facto de que podes fazer o que muito bem te apetecer. Quando menos esperares conheces alguém e.... Está feito.
Tendemos a concentrar-nos no que não temos e acabamos a negligenciar o que temos.
E como parece que há muitas meninas da zona de Lisboa, temos que ir jantar um dia destes.
Bjs e fica bem, um óptimo dia

NOTA IMPORTANTE: adorávas ter filhos, enquanto não tratas disso, tenho um piolho LINDO de 3 anos que me faz a cabeça em água cá em casa. Empresto-to....
Voltar ao Topo Ir em baixo
RMSS

avatar

Feminino
Número de Mensagens : 3
Data de inscrição : 24/08/2011

MensagemAssunto: Re: Como ultrapassar a solidão Ter Out 22, 2013 2:30 pm

Curiosamente hoje encontrei este texto do Miguel Esteves Cardoso. Mais uma vez a lição é: dar tempo ao tempo!!!

Como é que se Esquece Alguém que se Ama?
Como é que se esquece alguém que se ama? Como é que se esquece alguém que nos faz falta e que nos custa mais lembrar que viver? Quando alguém se vai embora de repente como é que se faz para ficar? Quando alguém morre, quando alguém se separa - como é que se faz quando a pessoa de quem se precisa já lá não está?
As pessoas têm de morrer; os amores de acabar. As pessoas têm de partir, os sítios têm de ficar longe uns dos outros, os tempos têm de mudar Sim, mas como se faz? Como se esquece? Devagar. É preciso esquecer devagar. Se uma pessoa tenta esquecer-se de repente, a outra pode ficar-lhe para sempre. Podem pôr-se processos e acções de despejo a quem se tem no coração, fazer os maiores escarcéus, entrar nas maiores peixeiradas, mas não se podem despejar de repente. Elas não saem de lá. Estúpidas! É preciso aguentar. Já ninguém está para isso, mas é preciso aguentar. A primeira parte de qualquer cura é aceitar-se que se está doente. É preciso paciência. O pior é que vivemos tempos imediatos em que já ninguém aguenta nada. Ninguém aguenta a dor. De cabeça ou do coração. Ninguém aguenta estar triste. Ninguém aguenta estar sozinho. Tomam-se conselhos e comprimidos. Procuram-se escapes e alternativas. Mas a tristeza só há-de passar entristecendo-se. Não se pode esquecer alguem antes de terminar de lembrá-lo. Quem procura evitar o luto, prolonga-o no tempo e desonra-o na alma. A saudade é uma dor que pode passar depois de devidamente doída, devidamente honrada. É uma dor que é preciso aceitar, primeiro, aceitar.
É preciso aceitar esta mágoa esta moinha, que nos despedaça o coração e que nos mói mesmo e que nos dá cabo do juízo. É preciso aceitar o amor e a morte, a separação e a tristeza, a falta de lógica, a falta de justiça, a falta de solução. Quantos problemas do mundo seriam menos pesados se tivessem apenas o peso que têm em si , isto é, se os livrássemos da carga que lhes damos, aceitando que não têm solução.
Não adianta fugir com o rabo à seringa. Muitas vezes nem há seringa. Nem injecção. Nem remédio. Nem conhecimento certo da doença de que se padece. Muitas vezes só existe a agulha.
Dizem-nos, para esquecer, para ocupar a cabeça, para trabalhar mais, para distrair a vista, para nos divertirmos mais, mas quanto mais conseguimos fugir, mais temos mais tarde de enfrentar. Fica tudo à nossa espera. Acumula-se-nos tudo na alma, fica tudo desarrumado.
O esquecimento não tem arte. Os momentos de esquecimento, conseguidos com grande custo, com comprimidos e amigos e livros e copos, pagam-se depois em condoídas lembranças a dobrar. Para esquecer é preciso deixar correr o coração, de lembrança em lembrança, na esperança de ele se cansar.

Miguel Esteves Cardoso, in 'Último Volume'

Voltar ao Topo Ir em baixo
Sandra Lua
.
.
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 1770
Data de inscrição : 19/05/2013

MensagemAssunto: Re: Como ultrapassar a solidão Ter Out 22, 2013 3:21 pm

RMSS, obrigada....
É sempre bom ler bons autores portugueses, obrigada mesmo!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Florzinha
.
.
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 523
Data de inscrição : 19/04/2013

MensagemAssunto: Re: Como ultrapassar a solidão Ter Out 22, 2013 4:14 pm

Bolas! Eu que nem sou grande apreciadora de MEC, fiquei ko!
Para ler e reler!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sandra Lua
.
.
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 1770
Data de inscrição : 19/05/2013

MensagemAssunto: Re: Como ultrapassar a solidão Ter Out 22, 2013 4:15 pm

Olha eu li "como é linda a puta da vida" e adorei.
Gosto mesmo muito do sentido de humor dele!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Florzinha
.
.
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 523
Data de inscrição : 19/04/2013

MensagemAssunto: Re: Como ultrapassar a solidão Ter Out 22, 2013 4:43 pm

Para ser sincera, nunca li livros dele; não era grande apreciadora das crónicas dele....
Aliás a ideia que tenho é que os livros dele são todos compilações de crónicas, não é assim?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sandra Lua
.
.
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 1770
Data de inscrição : 19/05/2013

MensagemAssunto: Re: Como ultrapassar a solidão Ter Out 22, 2013 4:53 pm

O que eu li não. Este é sobre a luta da mulher contra o cancro da mama. É como que um diário para ela, sobre o que ele fazia e sentia durante esse período. Gostei muito.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sandra Lua
.
.
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 1770
Data de inscrição : 19/05/2013

MensagemAssunto: Re: Como ultrapassar a solidão Ter Out 22, 2013 4:55 pm

E o JoseM, um dia enviou-me este que achei o máximo:

Diz-me onde moras... (por Miguel Esteves Cardoso)

"Um dos grandes problemas da nossa sociedade é o trauma da morada. Por
exemplo, há uns anos, um grande amigo meu, que morava em Sete Rios,
comprou um andar em Carnaxide.
Fica pertíssimo de Lisboa, é agradável, tem árvores e cafés. Só tinha
um problema. Era em Carnaxide.
Nunca mais ninguém o viu.
Para quem vive em Lisboa, tinha emigrado para a Mauritânia!
Acontece o mesmo com todos os sítios acabados em -ide, como Carnide e
Moscavide. Rimam com Tide e com Pide e as pessoas não lhes ligam
pevide.
Um palácio com sessenta quartos em Carnide é sempre mais traumático do
que umas águas-furtadas em Cascais. É a injustiça do endereço.

Está-se numa festa e as pessoas perguntam, por boa educação ou por
curiosidade, onde é que vivemos. O tamanho e a arquitectura da casa
não interessam. Mas morre imediatamente quem disser que mora em
Massamá, Brandoa, Cumeada, Agualva-Cacém, Abuxarda, Alformelos,
Murtosa, Angeja. ou em qualquer outro sítio que soe à toponímia de
Angola.

Para não falar na Cova da Piedade, na Coina, no Fogueteiro e na Cruz
de Pau. (...)

Ao ler os nomes de alguns sítios - Penedo, Magoito, Porrais, Venda
das Raparigas, compreende-se porque é que Portugal não está
preparado para entrar na Europa.

De facto, com sítios chamados Finca Joelhos (concelho de Avis) e Deixa
o Resto (Santiago do Cacém), como é que a Europa nos vai querer
integrar?

Compreende-se logo que o trauma de viver na Damaia ou na Reboleira não
é nada comparado com certos nomes portugueses.

Imagine-se o impacte de dizer "Eu sou da Margalha" (Gavião) no meio
de um jantar.

Veja-se a cena num chá dançante em que um rapaz pergunta delicadamente
"E a menina de onde é?", e a menina diz: "Eu sou da Fonte da Rata"
(Espinho).

E suponhamos que, para aliviar, o senhor prossiga, perguntando "E onde
mora, presentemente?", Só para ouvir dizer que a senhora habita na
Herdade da Chouriça (Estremoz).

É terrível. O que não será o choque psicológico da criança que acorda,
logo depois do parto, para verificar que acaba de nascer na
localidade de Vergão Fundeiro?

Vergão Fundeiro, que fica no concelho de Proença-a-Nova, parece o nome
de uma versão transmontana do Garganta Funda.

Aliás, que se pode dizer de um país que conta não com uma Vergadela
(em Braga), mas com duas, contando com a Vergadela de Santo Tirso ?
Será ou não exagerado relatar a existência, no concelho de Arouca, de
uma Vergadelas?

É evidente, na nossa cultura, que existe o trauma da "terra".

Ninguém é do Porto ou de Lisboa.

Toda a gente é de outra terra qualquer. Geralmente, como veremos, a
nossa terra tem um nome profundamente embaraçante, daqueles que
fazem apetecer mentir.

Qualquer bilhete de identidade fica comprometido pela indicação de
naturalidade que reze Fonte do Bebe e Vai-te (Oliveira do Bairro).

É absolutamente impossível explicar este acidente da natureza a amigos
estrangeiros ("I am from the Fountain of Drink and Go Away...").
Apresente-se no aeroporto com o cartão de desembarque a denunciá-lo
como sendo originário de Filha Boa.
Verá que não é bem atendido. (...) Não há limites. Há até um lugar
chamado Cabrão, no concelho de Ponte de Lima !!!
Urge proceder à renomeação de todos estes apeadeiros.
Há que dar-lhes nomes civilizados e europeus, ou então parecidos com
os nomes dos restaurantes giraços, tipo : Não Sei, A Mousse é
Caseira, Vai Mais um Rissol. (...)

Também deve ser difícil arranjar outro país onde se possa fazer um
percurso que vá da Fome Aguda à Carne Assada (Sintra) passando pelo
Corte Pão e Água (Mértola), sem passar por Poriço (Vila Verde), e
acabando a comprar rebuçados em Bombom do Bogadouro (Amarante),
depois de ter parado para fazer um chichi em Alçaperna (Lousã).
Voltar ao Topo Ir em baixo
mariana andrade
.
.


Feminino
Número de Mensagens : 112
Data de inscrição : 04/01/2011

MensagemAssunto: Re: Como ultrapassar a solidão Ter Dez 03, 2013 5:32 pm

Sempre quis uma familia,viver a dois com os filhotes... acabei há pouco tempo um namoro de 2 anos! Estou um período de reflexão, fujo aos pretendentes (eh eh) fujo mesmo não quero agarrar-me a outra pessoa só para não estar só...nada disso! O meu ex namorado era mau, ui que feitio o dele, mas mesmo assim bateu forte e o que custou mais foi ter de desistir de quem se gosta, acho que é pior do que lutar e não conseguir, desistir é bem pior! Era muito intolerante e acho que no fundo não gostava de mim, não estava para esforços, não era amigo, lutava contra mim, e tudo ou quase tudo o que eu fazia estava mal! Ainda assim cada vez que vou ao FB e está lá uma mensagem penso que gostaria que fosse dele!! Ainda assim ... mas tenho a certeza que só estava comigo p n estar sozinho, ele sim n gostava de estar só. Passados alguns dias mandou mensagem a dizer que ia beber café com uma pessoa para ver se interessava... xiii fiquei triste, ui mm triste, mas n fui atrás, para quê para ser mais uma vez humilhada, não posso... Ultrapasso bem a solidão, vou ao cinema ( sozinha, não me apetece forçar as coisas e sair com outras pessoas só por sair), ginásio e muito importante estou com as minhas filhas!! Não quero quem me trata mal para ultrapassar a solidão, não quero!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sandra Lua
.
.
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 1770
Data de inscrição : 19/05/2013

MensagemAssunto: Re: Como ultrapassar a solidão Qua Dez 04, 2013 3:31 am

Mariana, um bom dia e um bj MUITO GRANDE
"Life goes on..."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Florzinha
.
.
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 523
Data de inscrição : 19/04/2013

MensagemAssunto: Re: Como ultrapassar a solidão Qua Dez 04, 2013 7:13 am

É isso mesmo Mariana.
O lema é nunca desistir de nós mesmas pois, o melhor está sempre ainda para vir!!!!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
I4ever
.
.
avatar

Masculino
Número de Mensagens : 12
Data de inscrição : 27/09/2013

MensagemAssunto: Re: Como ultrapassar a solidão Seg Dez 23, 2013 9:07 am


desabafo.... Por muito que se procure ocupar as horas do dia para esquecer a solidão, não é fácil. Os amigos desaparecem, pq têm a vida deles, as corridas no parque, o ginásio e os passeios pelos centros comerciais só para ver pessoas não são suficientes para esquecer a solidão.

Nunca fui feliz com o meu casamento, mas também nunca pensei que a solidão fosse tão complicada de gerir, mas continuo na esperança que as coisas um dia mudem.





Voltar ao Topo Ir em baixo
funes_mori
.
.


Masculino
Número de Mensagens : 46
Data de inscrição : 22/08/2013

MensagemAssunto: Re: Como ultrapassar a solidão Qui Dez 26, 2013 3:58 am

I4ever escreveu:

desabafo.... Por muito que se procure ocupar as horas do dia para esquecer a solidão, não é fácil. Os amigos desaparecem, pq têm a vida deles, as corridas no parque, o ginásio e os passeios pelos centros comerciais só para ver pessoas não são suficientes para esquecer a solidão.





Tal e qual...muito complicado...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Florzinha
.
.
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 523
Data de inscrição : 19/04/2013

MensagemAssunto: Re: Como ultrapassar a solidão Qui Dez 26, 2013 6:21 am

Ena! Parece que o Natal põe mesmo as pessoas em baixo.
É complicado mas, antes da separação também já não seria????????
Temos que encher os pulmões e repetir a frase: "Quem deseja ver o arco-íris, precisa aprender a gostar da chuva"
Como disse o nosso primeiro ontem - os melhores anos ainda estão para vir....
Como vêm o Natal também me deu forte.....
Voltar ao Topo Ir em baixo
funes_mori
.
.


Masculino
Número de Mensagens : 46
Data de inscrição : 22/08/2013

MensagemAssunto: Re: Como ultrapassar a solidão Qui Dez 26, 2013 7:29 am

Eu já gosto da chuva Smile
Antes da separação não era complicado, mas para lá caminhava...
Eu estava deprimido, mas agora estou muito mal...lembrar-me do que disse o nosso primeiro!?!? Bateu forte... Shocked 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Como ultrapassar a solidão

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Como ultrapassar a solidão
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 31 de 34Ir à página : Anterior  1 ... 17 ... 30, 31, 32, 33, 34  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Fórum Divórcio :: LIDAR COM O DIVÓRCIO :: Períodos pós-divórcio-
Ir para: