divórcio, separação, filhos, apoio emocional
 
InícioInício  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se    

Compartilhe | 
 

 Aspectos práticos: Questões

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1 ... 15 ... 26, 27, 28, 29, 30  Seguinte
AutorMensagem
Elesse71
.
.


Masculino
Número de Mensagens : 6
Data de inscrição : 11/04/2012

MensagemAssunto: Re: Aspectos práticos: Questões Seg Maio 14, 2012 3:25 pm

Eu sei.
Não é correcto.
Mas não consigo fazê-lo de outra forma. Não é falta de maturidade nem falta de coragem para "enfrentá-la", mas se o fizer de outra forma acabo por adiar o que ando a adiar há 5 anos, o que não se tem revelado nada bom para mim. Sou capaz de a "enfrentar" mas acabo por ficar por pena, o que não é, definitivamente, forma de estar com alguém.
Voltar ao Topo Ir em baixo
alexandra

avatar

Feminino
Número de Mensagens : 3
Data de inscrição : 17/06/2008

MensagemAssunto: Re: Aspectos práticos: Questões Seg Maio 14, 2012 3:57 pm

Elesse,

De certa forma concordo com o mj, mas ao mesmo tempo, talvez não haja forma melhor ou pior de acabar. Principalmente se já não há relação pelo menos para um dos lados. Se estás decidido e achas que sair assim à papo-seco é a maneira mais fácil, então porque não? Podes sempre deixar as explicações para depois, quando a poeira assentar.

Quanto ao empréstimo, se está em nome de ambos, terás que continuar a assumir o pagamento da tua parte ao Banco até as partilhas serem feitas, mesmo que decidas deixar de viver lá.

Boa sorte e vai passando por aqui para nos contares como estão a correr as coisas! bom



Voltar ao Topo Ir em baixo
Elesse71
.
.


Masculino
Número de Mensagens : 6
Data de inscrição : 11/04/2012

MensagemAssunto: Re: Aspectos práticos: Questões Ter Maio 15, 2012 3:36 am

Obrigado, Alexandra. A verdade é mesmo aquela, não tenho outra forma de o fazer, não se tratando de ser, ou não, mais fácil. A relação está a deteriorar-se de dia para dia e para ambos os lados. Talvez ela esteja à espera que eu o faça, talvez não. Talvez ela queira fazê-lo e, tal como eu, não tenha coragem para tal...
Tenho cada vez mais a ideia de que, mais do que uma separação ou divórcio, isto parece ser o fim de uma relação comercial. E a sua continuidade é muito prejudicial a ambos. De qualquer das formas, e ainda assim achando que não é nada correcto, já tenho preparada uma carta (parece mentira mas já está feita há algum tempo...) que lhe irei deixar. Acredito que não esteja a ser pioneiro neste formato, mas penso que irá esclarecer-lhe algumas coisas. Naturalmente que, a seu tempo e como dizes "quando a poeira assentar", penso reforçar algumas das coisas que "olhos nos olhos".
Voltar ao Topo Ir em baixo
lua
.
.
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 42
Data de inscrição : 31/03/2009

MensagemAssunto: alteração de morada (*) Qua Maio 16, 2012 4:04 am

boa tarde,
Alguem me sabe informar com quanto tempo de antecedência e de que maneira devo informar o pai da minha filha da minha alteração de morada.
obrigada
Voltar ao Topo Ir em baixo
Arisca
.
.
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 2233
Data de inscrição : 09/07/2009

MensagemAssunto: Re: Aspectos práticos: Questões Qua Maio 16, 2012 9:09 am

Elesse71 escreveu:
Olá.
Estou a preparar a minha saída de casa e vou fazê-lo, a meu ver, da pior forma possível. Fico a aguardar uma resposta vossa, um conselho!

Se o pedes... sim, pegar na trouxa e ir embora é, digamos... falta de coragem?
Uma carta? Ficar em casa contrariado? Ter pena? Lamento, é a minha opinião.

Custa? Sim, custa? Quando se cresce, essas coisas acontecem. Podemos escolher a saída mais fácil ou podemos escolher outra.
Se a relação comercial terminou, encerrem as contas, divorciem-se. Depois cada um fará o que entender.

Se fosse ao contrário, o que sentirias?
Voltar ao Topo Ir em baixo
jbsn
.
.
avatar

Masculino
Número de Mensagens : 4219
Data de inscrição : 18/10/2010

MensagemAssunto: Re: Aspectos práticos: Questões Qua Maio 16, 2012 10:30 am

É isso mesmo Arisca. Se pretendemos um final, uma clausura a isto não chega mesmo desaparecer! E se ainda resta um pouco de respeito pelo outro lado muito menos.

Claro que é dificil e quase todos aqui passaram por isso e sabem-no. Mas é necessário. Por muito que custe é mesmo necessário.

É fácil ceder a promessas de um mundo melhor e que tudo mudará? Acredito. Mas isso não é desculpa para evitar essas conversas. Até porque as coisas podem ser comunicadas sem dar origem a grandes comentários ou questões. Apenas transmites a tua opinião, sem lugar a grandes divagações nem encontrar formas de ultrapassar o assunto. Apenas colocar uma pedra sobre a relação e começarem a focar-se naquilo que ainda resta (a tal relação comercial que falas...).
Voltar ao Topo Ir em baixo
Lança
.
.
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 1351
Data de inscrição : 18/05/2010

MensagemAssunto: Re: Aspectos práticos: Questões Qua Maio 16, 2012 5:27 pm

Pois, eu faço minhas as palavras da Arisca, já que perguntas.

Encarar as adversidades faz parte da vida, ultrapassar os obstáculos que nela surgem faz-nos crescer, amadurecer...

Vivi uma situação no meu divórcio em que o meu ex-marido não foi sincero comigo e considero que o pior que me podem fazer é mentir. Ou omitir a verdade, que para mim é a mesma coisa.

A pessoa a quem dedicaste esse tempo da tua vida (meses, anos...) não merece o respeito de lhe comunicares que o projeto que tinham em comum chegou ao fim?

E "roubo" as palavras da Arisca: e se fosse contigo??
Voltar ao Topo Ir em baixo
Elesse71
.
.


Masculino
Número de Mensagens : 6
Data de inscrição : 11/04/2012

MensagemAssunto: Re: Aspectos práticos: Questões Qui Maio 17, 2012 12:08 am

E têm razão, todos. Até eu, quando digo que não é correcto. Mas acreditem, não é nem falta de maturidade nem falta de respeito da minha parte. Apenas saturação, muita saturação, psicológica.
Obrigado pelas vossas dicas/conselhos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Arisca
.
.
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 2233
Data de inscrição : 09/07/2009

MensagemAssunto: Re: Aspectos práticos: Questões Qui Maio 17, 2012 4:39 am


Sabes que às vezes não é o que se diz nem faz, é a maneira como dizemos ou fazemos...

Que o futuro te traga paz de espírito pois com isso o resto melhora.
Voltar ao Topo Ir em baixo
xuxu77
.
.


Feminino
Número de Mensagens : 14
Data de inscrição : 23/01/2010

MensagemAssunto: Não sei o que fazer... Ter Jun 12, 2012 3:19 pm

Olá a todas (os)

Estou num 2º casamento cheio de problemas. Estou seriamente a pensar separar-me/divorciar-me. Amo o meu marido, mas não aguento mais.

O problema é que temos muitas dívidas, estamos em vias de fazer um plano de pagamentos (insolvência), e temos 3 filhos. Não sei o que fazer, sozinha não me consigo sustentar nem a 3 filhos e não tenho para onde ir.... Estou aqui a desabafar apenas.

Obrigada por me lerem...
.
Voltar ao Topo Ir em baixo
analu
.
.
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 2596
Data de inscrição : 12/01/2009

MensagemAssunto: Re: Aspectos práticos: Questões Qua Jun 13, 2012 7:16 am

Olá Xuxu.
Resolve um problema de cada vez
Se ainda o amas, não desistas dele, as dividas são um factor que desestabiliza qualquer relação mas que se pode ultrapassar e serem de novo felizes. E a vossa relação poderá sair mais reforçada por terem estado unidos num problema comum.
Enquanto existe amor acho que deve fazer tudo para levar o casamento a bom porto.
Força.
Voltar ao Topo Ir em baixo
xuxu77
.
.


Feminino
Número de Mensagens : 14
Data de inscrição : 23/01/2010

MensagemAssunto: Re: Aspectos práticos: Questões Qua Jun 13, 2012 7:23 am

Obrigada pela resposta.

Neste momento não vou embora com os meus filhos porque não tenho dinheiro para isso. Mas se pudesse, ia mesmo. Ás vezes o amor não é tudo....

E os problemas não são os de dinheiro....são com o filho dele, a ex dele, a mãe dele. Mas sem dinheiro estou mesmo "atada"...tenho que aguentar.

Obrigada.
Voltar ao Topo Ir em baixo
LeonorAbreu
.
.
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 22
Data de inscrição : 02/03/2012

MensagemAssunto: Re: Aspectos práticos: Questões Sab Jun 16, 2012 11:14 pm

xuxu77 como é que estás? E o plano de pagamentos conseguiram faze lo? Dá noticias. Mao deixes de desabafar.


Voltar ao Topo Ir em baixo
pedro costa
.
.


Masculino
Número de Mensagens : 5
Data de inscrição : 31/05/2012

MensagemAssunto: custas tribunal Seg Jul 16, 2012 8:43 am

Ainda não apresentei com a mãe da minha filha o acordo de regulaçao do poder paternal no tribunal, mas gostaria de saber antecipadamente quais as custas do processo e se posso pedir apoio juridico. Se puder o que tenho que apresentar para ser aceite? e se não chegarmos os dois a acordo quais serão as custas de processo?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kittythecat

avatar

Feminino
Número de Mensagens : 4
Data de inscrição : 27/08/2012

MensagemAssunto: Divórcio com o pai a residir no estrangeiro Seg Set 03, 2012 5:37 am

Boa tarde a todos,

Abri um novo tópico, pois não encontrei nada deste caso por aqui.

Pois bem, o meu caso é meio complicado mas vou tentar resumir, neste momento estou a viver no estrangeiro mas em breve (uns 15 dias) parto para Portugal em definitivo com a minha filhota de quase 5 aninhos.

Custa-me muito retirá-la aqui da escolinha que é tão boa, mas sou mesmo obrigada a regressar.

As minhas dúvidas são as seguintes, como posso saber como é calculado a pensão dada pelo pai à criança uma vez que todo o ordenado é recebido no estrangeiro?

E numa IPS onde conto meter a minha filha, como podem calcular quanto pagaremos por mês??

Obrigado desde já pela vossa preciosa ajuda!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
diva
.
.


Feminino
Número de Mensagens : 59
Data de inscrição : 19/08/2011

MensagemAssunto: Partilha do imóvel! Ter Set 04, 2012 4:09 am

Alguém advogado por aqui?

Bem..parece que depois do conflito..e a não aceitação do meu futuro ex, parece que vem o conformismo.

Estamos a negociar o divorcio..e a proposta dele é que um ou outro venda a parte da casa ao outro.

Fui ao banco...e vamos fazer simulações de apreciação para retirar um dos conjûges do empréstimo...

Agora as questões:

Para comprar a outra parte faz-se o seguinte.

Subtrai-se o valor total do empréstimo pelo valor em dívida e divide-se por dois! Certo? São estas as contas não é? não há mais nada a ter em conta? é que eu já li a algures outras coisas..que me deixaram confusa.
Alguém me pode ajudar...
Voltar ao Topo Ir em baixo
maisuma
.
.
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 299
Data de inscrição : 28/04/2011

MensagemAssunto: Re: Aspectos práticos: Questões Ter Set 04, 2012 3:41 pm

Bisa

Quem compra tem que dar tornas do valor de 50% do abatido ao banco...isto se o empréstimo tiver sido a totalidade do valor da habitação.
Se houve entrada quem deu?Qual o regime de casamento?Foi comprada antes ou depois do "nó"?tudo isto é importante esclarecer....
Cada caso é um caso e acho que todas estas permissas são importantes e só mesmo um advogado pode informar de tudo.Eu sei do meu(que foi "especial" e na altura da separação o meu ex quis dar o golpe...convem estar alerta
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sanrafa



Feminino
Número de Mensagens : 4
Data de inscrição : 07/07/2012

MensagemAssunto: O inicio do processo de divórcio Ter Set 18, 2012 4:48 am

olá a todos,

é a 1ª vez que escrevo aqui no fórum, tenho 35 anos, tenho uma filha com 6 anos,
o meu casamento não deu certo a partir do nascimento da minha filha
custou muito a decidir divorciar-me, dei entrada da ação divórcio litigioso finais de Julho pq não chegamos a acordo nas partilhas, guarda da miúda

vamos a tentativa de reconciliação inicio de Novembro e gostaria que alguém que passou pelo mesmo me diga o que se passa a seguir a esta 1ª audiência,

quanto tempo leva para me divorciar ?

durante este processo 1 mês parece uma eternidade!!

vivemos os 2 na mesma casa, ninguém quer sair e a parte psicologica começa a afectar : come a comida que compro, não paga despesas, nem da casa, nem da filha, insulta-nos .... enfim ... um pesadelo!!

obrigada
Voltar ao Topo Ir em baixo
tuga2
.
.


Masculino
Número de Mensagens : 5
Data de inscrição : 17/09/2012

MensagemAssunto: Re: Aspectos práticos: Questões Ter Set 18, 2012 7:56 am

Boa tarde,
Eu na primeira audiencia foi-me perguntado se queria voltar atras e se nao havia como voltar atras. Como disse que nao o divorcio ficou logo ali decretado e depois registado na conservataria para ser averbado mais o poder paternal da minha filha como o valor que eu teria que pagar todos os meses. Convem levar um nib seu para dar para ele depositar o dinheiro. As partilhas vai ser mais dificil pois tem que fazer um inventario de tudo para depois dividirem e chegar a um concenso.
Tudo de bom
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sanrafa



Feminino
Número de Mensagens : 4
Data de inscrição : 07/07/2012

MensagemAssunto: Re: Aspectos práticos: Questões Ter Set 18, 2012 8:40 am

obrigada Smile
a advogada já tem a relação de bens, mas diz que só depois do divórcio se pode tratar do resto
espero que o divórcio fique logo resolvido na primeira audiência
Voltar ao Topo Ir em baixo
tuga2
.
.


Masculino
Número de Mensagens : 5
Data de inscrição : 17/09/2012

MensagemAssunto: Re: Aspectos práticos: Questões Ter Set 18, 2012 8:46 am

É sempre bom, assim podemos reorganizar a nossa vida, apesar de inicio ser um pouco dificil devido á vida que levava e ao que estava acostumada. Nao sera facil mas tenho a certeza que ira conseguir ultrapassar esses obstaculos.
Boa sorte
Voltar ao Topo Ir em baixo
sufia



Feminino
Número de Mensagens : 3
Data de inscrição : 01/10/2009

MensagemAssunto: informações precisam-se...divorcio á vista :( Ter Out 09, 2012 12:47 pm

Olá....
a algum tempo atrás andei por aqui, mas a minha situação foi ir aguentando.....
neste momento axo que estou no meu limite!!! Só vejo uma unica saída: o divorcio!! Sad.... não interessa os motivos....mas axo que foi um acumular de situações.... a minha preocupação é a minha filha!!!
Não sei se existe aqui alguem que me possa dar umas luzes sobre a situação em que ficam os filhos, pensao alimenticia bem como alguma burocracia relativa a bens materiais!!!... Ajuda precisasse!!!

Obrigada
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Aspectos práticos: Questões Seg Out 29, 2012 4:10 pm

Ola sufia
Apesar de homem, penso que te posso ajudar, a minha mulher é que pediu o divorcio, já vivo sozinho há uns 8 meses, mas separei-me oficialmente na semana passada. Todos os temas relativos às questões que colocas e outras mais, foram tratadas pelo meu advogado com total aceitação da minha ex mulher, tudo foi por comum acordo. Apesar de não querer o divorcio eu aceitei a decisão dela e pelos meus filhos fiz tudo a bem, dentro das possibilidades e das reais capacidades. Tens o meu e-mail aqui disponivel, podes perguntar o que quiseres directamente, ou se quiseres aqui em público tb podes.
Eu obtive alguma ajuda por aqui e de vez em quando aqui venho para tentar retribuir.
obrigado e força
Voltar ao Topo Ir em baixo
jorge.braga2012



Masculino
Número de Mensagens : 4
Data de inscrição : 18/08/2012

MensagemAssunto: Bens o que fazer? Qua Dez 26, 2012 1:48 pm


Boa noite a todos.

Sou Jorge e sou do Norte de Portugal. Venho aqui colocar umas dúvidas perante uma situação que me está a preocupar imenso.

Tenho um casamento que só não acabou porque diariamente faço um esforço incrivel para aguentar a situação.

Vivo com uma pessoa que não me ama apenas está em casa por comodismo e gestão da vida dos filhos e aproveitamento económico.

O que me está a deixar extremamente streassado é pelo facto de já ter perdido a minha mãe e o meu pai estar doente e muito idoso com possibilidade de falecer.

Como sou filho único se o meu pai falecer o patrimonio dele passa para mim e consequentemente em caso de divorcio será dividido???? por a minha esposa???

Se eventualmente eu partir para o divorcio antes do meu pai falecer conseguirei evitar isso???

E se eu antes do divorcio transferir dinheiro de uma conta que tenho só em meu nome para o meu pai para evitar a partilha daquele dinheiro com a minha esposa??

Lamento colocar a questão desta forma mas, entendam, lutei e trabalhei muito e com poupança para ter o que tenho e queria evitar a injustiça.

Faço um esforço diário para aguentar o casamento mas é cada dia que passa quase impossivel. Faço tudo em casa desde trabalhos domésticos até acompanhamento dos filhos. Sinto-me absolutamente injustiçado.

Adorava que me ajudassem com as vossas opiniões e sabedorias.

Bom ano de 2013

Jorge.
Voltar ao Topo Ir em baixo
diva
.
.


Feminino
Número de Mensagens : 59
Data de inscrição : 19/08/2011

MensagemAssunto: Re: Aspectos práticos: Questões Qui Dez 27, 2012 5:55 am

Olá Jorge !

Primeiro que tudo lamento a tua situação, pois se assim o dizes o melhor era mesmo acabar com o casamento e dares rumo à tua vida e seres feliz, porque ninguem merece ficar ao lado de alguém que não nos ama.

Relativamente à tua questão se casaste em comunhão de bens adquiridos, a herança dos teus pais não vai para a tua esposa. Aquilo que tens que dividir são os bens que adquiriste com ela enquanto casados. Tudo o que estava para trás mantém-se como herança apenas ao conjuge a que pertence-
Em relação ao dinheiro da tua conta...sim ela poderá ir buscá-lo sim, por isso se pretendes o divorcio e por razões pessoais não pretendes dividi-lo o melhor é mesmo passar para uma conta do teu pai e retomas quando estiveres divorciado.

Se estiveres casado com comunhão de bens, assim o patrimonio dos teus pais também é para ela.

Desejo que resolvas a situação o mais breve possível e com alguma tranquilidade.
Cumprimentos
Diva
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Aspectos práticos: Questões

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Aspectos práticos: Questões
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 27 de 30Ir à página : Anterior  1 ... 15 ... 26, 27, 28, 29, 30  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Fórum Divórcio :: LIDAR COM O DIVÓRCIO :: O Processo de Divórcio-
Ir para: