divórcio, separação, filhos, apoio emocional
 
InícioInício  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se    

Compartilhe | 
 

 Aspetos Práticos/Questões

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Paulo33



Masculino
Número de Mensagens : 1
Data de inscrição : 01/02/2016

MensagemAssunto: Re: Aspetos Práticos/Questões Qua Fev 03, 2016 4:04 am

Bom dia

É a primeira vez que participo neste fórum, e a minha história é parecida com a do Andy!

Estou casado há 4 anos e 9 meses, temos 1 lindo filho com 2 anos e 6 meses, mas há cerca de um ano e meio a nossa situação tem vindo a piorar!

estou decidido em pedir o divorcio devido a algumas diferenças inconciliáveis de maneiras de ser, e por causa disso têm surgido discussões e picardias quase desde o início do casamento, mas foram-se resolvendo que por muitas vezes não respondi, algumas bem intensas, mas para não piorar o ambiente e depois também pelo meu filho, remetia-me ao silêncio!

Acho que a gota de água foi na última semana de 2015, passamos a semana com fortes discussões, por causa de motivos fúteis e eu a partir daí, já não me consegui remeter ao silêncio e respondi à letra às provocações dela!

Não sei se fiz bem, ou mal, mas já não aguentei ficar calado!

Na altura ela disse se não tás bem, muda-te, mas mais uma vez calei-me!

Desde essa altura que comecei a pensar mais seriamente no divórcio e cheguei à conclusão que o que me realmente faz feliz é estar com o meu filho, mais nada!

Com as constantes discussões o amor foi-se apagando!
Sinto-me perdido, com receio de lhe pedir o divórcio, porque sei como ela é, e de certeza que vai usar o nosso filho para me atingir!

Neste momento a minha cabeça parece um tornado, não consigo pensar claramente, vai para aqui uma mistura de sentimentos que nem consigo explicar!

Já não sei qual é a melhor solução, avançar com o divórcio ou não! Mas duma coisa tenho a certeza, já não sou feliz com aquele casamento!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Admin
Admin
Admin
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 872
Data de inscrição : 13/06/2008

MensagemAssunto: Aspetos Práticos/Questões Qui Fev 04, 2016 11:30 am

Olá Paulo,

A tua situação, é, infelizmente, bastante comum. Existem muitos casamentos que se mantêm por causa dos filhos. E também é verdade que, quando as pessoas já não se entendem e se separam zangadas ou magoadas, os filhos acabam por continuar a sofrer ou a sofrer ainda mais. Não é, por isso, uma decisão fácil!

Onde é que erraste? Onde é que erraram ambos?

Uma pista: talvez tenha sido a falta de comunicação. Com feitios incompatíveis torna-se difícil o entendimento por via verbal, mas valerá a pena sair fora sem tentar estabelecer essa comunicação? Se não por vocês, pelo vosso filho.

Eu tentaria, através de um mediador, chegar a um entendimento quando ao futuro da vossa relação e a um compromisso de ambos relativamente ao futuro da criança.

Acho que o melhor conselho que te posso dar é que recorras à Mediação Familiar. Pode ser-te muito útil. Não desistas de tudo sem tentar estabelecer essa ponte que pode ser decisiva para o futuro do vosso filho em caso de separação.

Muita sorte e, sobretudo, muita calma, que um processo de separação leva tempo e não termina quando se bate com a porta, pelo que mais vale fechá-la devagar e com precaução.

Qualquer coisa, estamos por aqui.
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Aspetos Práticos/Questões
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Fórum Divórcio :: LIDAR COM O DIVÓRCIO :: O Processo de Divórcio-
Ir para: