divórcio, separação, filhos, apoio emocional
 
InícioInício  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se    

Compartilhe | 
 

 Apresentações

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1 ... 20 ... 36, 37, 38, 39, 40  Seguinte
AutorMensagem
MaggyPimpa



Feminino
Número de Mensagens : 1
Data de inscrição : 15/10/2012

MensagemAssunto: Re: Apresentações Ter Out 23, 2012 4:22 pm

Boa noite,
Sou a Margarida e estive casada 15 anos, tive um filho lindo e estou divorciada à 6 meses. Antes de me divorciar o meu casamento já tinha acabado muito antes, no dia em que descobri que ele tinha tido uma amante. Soube pelo marido dela. Na altura o meu marido pediu perdão e disse que queria lutar pelo nosso casamento. Eu disse que perdoava, mas na verdade nunca perdoei e ele nunca lutou pelo casamento, tanto foi que um ano e tal depois disse que já não era feliz e que queria viver a vida dele. No dia a seguir a sair de casa, andava agarrado a outra à porta de minha casa. Refiz a minha vida, sozinha com o meu filho, e cada vez tenho-lhe menos ódio mas vai ser difícil voltar a acreditar em relacionamentos. Penso que tudo são fases e espero que, através da partilha de outras experiências, consiga passar melhor as várias fases da vida a seguir ao divórcio.
Voltar ao Topo Ir em baixo
mconceicao
.
.


Feminino
Número de Mensagens : 5
Data de inscrição : 29/09/2012

MensagemAssunto: Re: Apresentações Ter Out 23, 2012 5:13 pm

Olá xela,

Eu sei que choca dizer o que disse, e tenho vergonha de me sentir assim, mas nunca tive falta de amor pelo meu filho pelo facto de o casamento ter falhado; não se deve a isso, o problema é que não estando bem psicologicamente, não tenho o empenho, a vontade e capacidade de amar com a intensidade que acho que deveria amar o meu filho, pelo facto de estar obcecada com os meus problemas.
Peço desculpa também ao meu filho, que com 13 anos tem sido extraordinário e me tem dado um grande apoio psicológico pois com esta idade comporta-se como um adulto, aconselhando-me em relação às atitudes que devo tomar e pensamentos que devo ter. Fui abençoada por ter um filho assim e repreendo-me constantemente por não o conseguir amar como devia.
Espero que me entendam e peço desculpa por não me conseguir expressar bem.

Obrigada Xela
Voltar ao Topo Ir em baixo
JPA
.
.


Masculino
Número de Mensagens : 29
Data de inscrição : 12/08/2012

MensagemAssunto: Re: Apresentações Ter Out 23, 2012 6:03 pm

Ola conceiçao,

Não peças desculpa p.f. creio que a maior parte de nós percebeu o que querias dizer... efectivamente não andando bem psicologicamente é dificil dar a atenção e por vezes o carinho que os filhos necessitam... Não entendi que tenhas posto em causa qualquer amor pelo teu filho, como é normal...! No meu caso, por vezes tb não me sinto psicologicamente tão capaz de corresponder às necessidades deles... mas por outro lado e muitas vezes eles são a minha força, o meu consolo, a minha inspiração para seguir em frente e continuar a lutar...!

Como disse Fyodor Dostoyevsky: "A alma é curada na companhia das crianças".
Voltar ao Topo Ir em baixo
JPA
.
.


Masculino
Número de Mensagens : 29
Data de inscrição : 12/08/2012

MensagemAssunto: Re: Apresentações Ter Out 23, 2012 6:24 pm

Olá Margarida,

O teu texto é muito claro e objectivo, parece-me que foste muito forte e fizeste o que tinhas a fazer face à inevitabilidade do divorcio...!?

Concretizas-te um divorcio e como dizes refizeste a tua vida com o teu filho. Tem coragem e não desistas de um novo relacionamento, não podemos sair enfraquecidos deste processo, antes pelo contrário devemos sair mais fortes... suponho eu que ainda o estou a viver...!!

Concluo que cada casal é um casal, quanto a questões fundamentais para ultrapassar maus momentos num casamento: capacidade de perdão e capacidade de luta... temas que surgem constantemente nesta fase de pré-divorcio... embora mesmo perdoando e lutando muito, poderá acontecer que nem sempre se melhore a relação embora se mantenha o casamento...! Valerá a pena...!!??
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Olá Isabel Qua Out 24, 2012 8:36 am

Isabel Fernandes escreveu:
Sou a Isabel, tenho 39 anos e divorciei-me, ao fim de 16 anos, em Maio passado.
Acho interessante a troca de experiências, e apesar de ser a 1ª vez que estou num fórum penso que me vai ser útil e muito agradável.

Eu tb me divorciei ao final de 15 anos, já vivo sozinho desde março deste ano, altura em que ela me disse que queria viver "outras vidas". E tu, estás sozinha desde quando?
Eu oficializei o divorcio na passada 6ª feira e sinceramente não me apetece ouvir os amigos, a familia, pois apesar de já ter ultrapassado, em certo ponto, a separação, as conversas com as pessoas que conheço são sempre as mesmas e desejo ver e ouvir pessoas diferentes, com experiências de vida diferentes, para que existe alguma novidade no que oiço. Gostava de conhecer a tua historia, saber alguma coisa, o que quiseres.
Bjs
Marco
Voltar ao Topo Ir em baixo
joyce44
.
.


Feminino
Número de Mensagens : 30
Data de inscrição : 02/03/2012

MensagemAssunto: Re: Apresentações Qua Out 24, 2012 5:04 pm

Ola conceição

Espero que arrebitas, nao vale a pena pensar que és inferior porque um dia aquele homem fez de proposito para te rebaixar, isso é ser um manipulador, para a gente se sentir em baixo. Levanta a cabeça, e tenta por um novo objectivo a atingir, e toca a andar para la. Se tens um filho espetacular, tal como eu, ele vale tudo e vale muito mais que o teu ex.
Ele, é que precisa de ti, o teu ex.... entao que vai ter com a outra ou as outras, se calhar ainda nao percebeu o que perdeu... mas vai perceber...um dia mais tarde...

Acabar com o sofrimento, acabar com a nossa vida, porque estamos tao infeliz que pensamos que nao vai haver mais nada a seguir... NAO !!! Ainda és jovem, ha o mundo a nossa volta, ha coisas novas e pessoas novas para conhecer. e ha o teu filho para criar, ele gosta de ti e precisa de ti, isso é o importante.

Va, levanta a cabeça e faz a tua vida continuar.
É o que estou a fazer, estou a descobrir novas pessoas... estou a aperceber me que tambem foi uma parva de nao acabar com um casamento que nao tinha pernas para andar, mas fiz este ano e ainda bem.

Com força de vontade vais conseguir tambem, como muitos que aqui andam... vais conseguir tambem.
Um grande abraço.
Joyce
Voltar ao Topo Ir em baixo
M M
.
.


Feminino
Número de Mensagens : 17
Data de inscrição : 15/10/2012

MensagemAssunto: Re: Apresentações Qua Out 24, 2012 5:09 pm

É isso Joyce pra frente é o caminho...
Os filhos são as nossas ancoras agora...
Belo exemplo...continua assim
Voltar ao Topo Ir em baixo
mconceicao
.
.


Feminino
Número de Mensagens : 5
Data de inscrição : 29/09/2012

MensagemAssunto: Re: Apresentações Sex Out 26, 2012 9:28 am

Olá JPA,

Obrigada pelas tuas palavras de compreensão. Que sirvam de consolo para todos os que têm o previlégio de ter filhos, para que compreendam que são eles a sua âncora de salvação, que é por eles que temos de lutar pois fomos designados por Deus para sermos os seus anjos protetores e temos de cumprir a nossa missão custe o que custar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
M M
.
.


Feminino
Número de Mensagens : 17
Data de inscrição : 15/10/2012

MensagemAssunto: Re: Apresentações Sex Out 26, 2012 9:48 am

É isso mesmo Conceição, força pra frente é o caminho e cumpre a tal missão...
Voltar ao Topo Ir em baixo
mconceicao
.
.


Feminino
Número de Mensagens : 5
Data de inscrição : 29/09/2012

MensagemAssunto: Re: Apresentações Sex Out 26, 2012 10:08 am

Olá Joyce,

Obrigada pelo teu grande apoio!
Depois de ler a tua mensagem fiquei com um pouco mais de alento, mas sinto que daqui para a frente, cada vez que a voltar a ler, me vou sentir cada vez mais forte.

Só Deus sabe o quanto fui humilhada e rebaixada por aquele homem. Enquanto estive casada fiz o enorme erro de me despedir do emprego onde estava hà 10 anos para ir trabalhar com ele e tenho assim a recompensa...Fui atirada para um canto com o meu filho e práqui estou, à nora, sem rumo, sem o meu porto de abrigo, que eu tomei como seguro para sempre...
Não consigo até hoje entender pq me rebaixou tanto, seria só por ter deixado de gostar de mim? Terá sido isso motivo suficiente? Eu fazia por acreditar que era uma forma de 'amor', do tipo tentar 'chocar' para me tentar arrebitar e mudar um pouco a minha atitude para corresponder aquilo que ele esperava de mim. Ainda hoje penso assim, só que acho que inicialmente era uma forma de 'amor' mas foi passando a ser rejeição.
Hoje ainda me custa olhar para o espelho (apesar de não ser nada feia). A minha falta de auto-estima é tão grande que até me custa olhar para o meu próprio soutien quando o deixo à vista!...Custou tanto estar ao lado de um homem que desistiu de me tratar como mulher!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Nélia
.
.
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 74
Data de inscrição : 27/05/2012

MensagemAssunto: Re: Apresentações Sex Out 26, 2012 10:11 am

E quando os filhos parecem não gostar de nos?
Os meus filhos estão numa idade complicada 12 e 13 anos, a minha filha que é a mais velha faz de tudo para me provocar, só me procura quando têm algum interesse, quer seja para lhe comprar roupa, carregar o telemovel, etc.
Já andou na psicologa mas nada adiantou, acalmou durante uns dias e depois voltou tudo ao que era.
Claro que neste momento o pai é tudo para ela, compra o que for preciso para ver a menina feliz, eu passo a ser a má mãe.
Já perdi a conta a quantidades de vezes que falei com ela, neste momento simplesmente não fala comigo.
Não obedece, não estuda, só se preocupa com a imagem dela, acho que não gosta de ninguém.
O meu filho é bem mais calmo, embora ande agora a responder me mais mal, já nem sei se será as influências da irmã.

O meu companheiro sinto o um pouco mais próximo, se calhar sou eu que ando a ver filmes a mais, de qualquer modo tireis este fds que não tenho os miúdos para irmos os dois para fora.

Queria tanto acreditar que algo de bom está para acontecer comigo, mas continua tudo muito preto a minha volta.
Voltar ao Topo Ir em baixo
PandoraV



Feminino
Número de Mensagens : 1
Data de inscrição : 15/10/2012

MensagemAssunto: Re: Apresentações Sex Out 26, 2012 3:45 pm

Olá a todos.

Tenho 29 anos, estive casada 10 anos e saí agora de um divórcio (muito) turbulento. Dos 10 anos de casamento apenas guardo um filho maravilhoso que, felizmente, ficou comigo.
Inicialmente inscrevi-me para ler outras opiniões, mas agora dou comigo a não saber como ajudar uma amiga que está a passar por um pós-divorcio pavoroso no qual o ex-marido não pára de lhe querer controlar a vida.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Admin
Admin
Admin
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 871
Data de inscrição : 13/06/2008

MensagemAssunto: Re: Apresentações Seg Out 29, 2012 4:39 am

Olá a todos!

Boas-vindas aos novos e o desejo que possam encontrar aqui algumas respostas e orientação ou, pelo menos, a certeza de que não estão sós.

Ao longo do Fórum encontrarão sub-fóruns divididos por categorias. Agradece-se que, na medida do possível, respeitem os temas. Este, por exemplo, destina-se apenas a uma Breve Apresentação. Para desabafos mais extensos/troca de experiências, pede-se que usem os sub-fóruns respectivos. Há também a possibilidade de abrir novos tópicos de discussão caso o assunto trazido não tenha ainda sido discutido ao longo do FD.

Qualquer dúvida ou sugestão deverão ser envidas para forum.divorcio@gmail.com

Obrigada e boa estadia! Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
Caetz



Masculino
Número de Mensagens : 1
Data de inscrição : 29/10/2012

MensagemAssunto: Re: Apresentações Seg Out 29, 2012 8:44 am

Olá a todos (as) tenho 37 anos e sou de Lisboa , confesso que estou Divorciado há algum tempo.

Sem imaginar que havia este fórum encontrei-o e registei-me a fim de partilhar e de ouvir outras pessoas que tenham passado o mesmo que eu. Não tenho filhos pois fomos adiando e procurando o momento certo , contudo infelizmente esse nunca chegou até que nos divorciámos ao fim de 7 anos.

Temos de ter esperança de que algo de bom ainda esteja para vir e aos que se divorciaram á pouco tempo só me resta deixar essa mensagem e que tenham forças para passar por tudo isso. Não é fácil mas podemos abanar mas cair é que nunca, força.

Cumprimentos a todos (as)

Voltar ao Topo Ir em baixo
decidida



Feminino
Número de Mensagens : 3
Data de inscrição : 29/10/2012

MensagemAssunto: Re: Apresentações Seg Out 29, 2012 10:04 am

OLá! Descobri este forum porque me sinto muito confusa e desorientada. Estou casada há 14 anos e durante muito tempo achei que o meu casamento até era bonzinho. No entanto, pouco a pouco apercebi-me que viviamos só para as filhas , que era muito rotineira e até lhe comecei a chamar "sociedade de gestão". O meu marido é um querido, sempre muito melga, muito bonzinho mas o certo é que de todas as vezes que tentei que fizéssemos algo diferente , havia sempre uma desculpa (até lhe cheguei a propôr irmos a um motel, p.ex), mas o trabalho estava sempre primeiro. Desde que nasceram as miúdas nunca fizémos um programa só nós os dois. Eu fui deixando andar e até cheguei a pensar que um casamento é isso mesmo: rotina. Pouco a pouco fui perdendo a vontade de fazer amor com ele, e das vezes que o faço/fazia era por iniciativa minha porque eu pensava que tinhamos que ter qq coisa para manter a relação...o que eu hoje sei é que já não o amo, sinto muita amizade por ele, até alguma admiração, mas às vezes parece-me que tenho ali mais um filho ou um irmão e não um homem...é horrível o que sinto, sinto-me muito mal porque ele me adora e eu já não lhe consigo corresponder do mesmo modo. Tudo o que ele faz me irrita, desde como fala até como se senta... estou de uma maneira...neste momento, depois de já ter falado com ele várias vezes e ter tentado procurar o que aprecio nele, de modo a encontrar lá qualquer coisa que não seja apenas amizade/hábito/comodismo, sei que o meu caminho e o dele tem que ser separado, para bem de mim mesma que estou a odiar-me cada dia mais por não lhe conseguir corresponder, e por ele que merece um dia ter alguém que o ame como deve ser. Não sei se algum(a) já passou por isto. Estou muito desanimada porque não queria fazer isto às minhas filhas mas sinto que é o melhor para ele e para mim. Será que sou muito egoísta?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Apresentações Seg Out 29, 2012 4:27 pm

ola "decidida", ao ler as tuas palavras, se já não estivesse a viver sozinho há 8 meses e separado desde a semana passada, diria que parte do que escreveste tinha sido a minha ex mulher a escrever, excepto a parte de querer fazer as coisas de maneira diferente, para quebrar a rotina, pois essa era uma ideia minha. No entanto, sei que ela já me tinha deixado de amar antes de me pedir o divorcio. Na altura, por meados de fevereiro, não quis aceitar, tentei lutar para ela mudar de ideias, mas passado algum tmp percebi que o justo e correcto era a separaçao, não foi é justo ela ter arrastado tanto tempo sem me amar e não dizer nada. Penso que se tens a certeza, tens que ser honesta com ele, pois a honestidade não é só dizer o que os outros gostam de ouvir, sinceridade é não deixarmos que a outra pessoa possa um dia sentir que não fomos sinceros/justos. Magoa a outra pessoa dizer que já não nos ama, mas magoa mais sabermos que ela já sentia isso há mt tempo. Uma coisa é tentarmos lutar contra esse sentimento, outra coisa é não ter-mos coragem de enfrentar esse sentimento. Faz o que a tua conscienca diz e acima de tudo aquilo que achares que é o respeito que ele merece e que os filhos merecem.
Logicamente que nestas linhas não te conto toda a mina historia, mas se quiseres posso fazer quem sabe não poderás tirar conclusões para ti, numa perspectiva vista pela outra pessoa. Eu tenho aqui o meu email disponivel, se quiseres podes perguntar o que quiseres. Eu de vez em quando passo por aqui, para retribuir um pouco do que usufrui neste mesmo forum. Força
Voltar ao Topo Ir em baixo
Nélia
.
.
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 74
Data de inscrição : 27/05/2012

MensagemAssunto: Re: Apresentações Ter Out 30, 2012 3:34 am

Olá decidida
Estive casada também 14 anos, o casamento já há bastante tempo tinha caído na rotina, pensava eu na altura que era normal. O meu ex marido era muito meu amigo, dava me tudo o que podia, mas eu não era feliz. Cheguei a um ponto em que tudo nele me irritava, sentia me culpada porque sabia que ele ainda me amava, mas alguma coisa em mim não estava bem. Conversamos bastante e ainda tentamos acender a chama, mas uma vez que já não havia amor da minha parte, não conseguimos e partimos para o divórcio.
Foi dificil principalmente para os meus filhos, mas recusei me continuar com alguém sem existir sentimentos.

Pensa na tua vida e faz o que achares melhor para ti e para os teus filhos. Bjs

Voltar ao Topo Ir em baixo
VBMV



Masculino
Número de Mensagens : 1
Data de inscrição : 19/12/2011

MensagemAssunto: Bom dia, a todos... Qua Out 31, 2012 2:56 am

Chamo-me Bruno, tenho 40 anos

Vivo em Almada. estou em processo de divórcio há 3 anos, e isto não desenrola nem por nada, passo a esplicar:

Morei na Madeira e tenho 2 filhas, neste momento estão com a mãe, e a separação foi uma bomba atómica, com a mãe a fazer a cabeça das minhas filhas,
por muito que eu faça, nada é razoavel....

continuarei a contar esta saga nos proximos posts....

abraço a todos
Voltar ao Topo Ir em baixo
decidida



Feminino
Número de Mensagens : 3
Data de inscrição : 29/10/2012

MensagemAssunto: Re: Apresentações Qua Out 31, 2012 5:23 am

Obrigada à Nélia e ao nmarco pelas palavras. É bom tb poder compreender um pouco do que o outro sofre, nmarco, mas tu pareces-me uma pessoa bastante madura e receio que o meu marido não o seja o suficiente para esta situação. Nélia, ainda bem que tu sabes o que é isto. Ouço imensas vezes as pessoas criticarem as mulheres nestas situações, na cabeça de muita gente ainda há a ideia de que o divórcio só acontece porque há uma traição, violência doméstica e eu sentia que eu é que não sou normal...obrigada aos dois.
Voltar ao Topo Ir em baixo
diva
.
.


Feminino
Número de Mensagens : 59
Data de inscrição : 19/08/2011

MensagemAssunto: Re: Apresentações Qua Out 31, 2012 6:15 am

Olá Decidida!!!

Claro que és normal..ninguém obriga ninguém a ficar com alguém quando não se ama. Aliás essa é uma prova de coragem da tua honestidade e respeito ao teu ex.
Essa questão das mulheres pedirem o divórcio partilho da tua opinião..assino em baixo. Ainda existe um grande estigma à volta disso.

Eu tb pedi o divorcio...e a principal razão é k ultimamente eu não andava a ser bem tratada (violência psicológica). Não me sentia amada, aliás ele disse-me isso várias vezes. Não havia cedências da parte dele...amor ele já não tinha nada para oferecer, etc.
E estou a sentir o preconceito por parte de algumas pessoas, por ter sido eu a pedir o divorcio.

Vai em frente com aquilo que considerares melhor para ti...mas quando não há amor é remar contra a maré...

Olá VBMV
Boa sorte para o futuro que ainda se avizinha
Voltar ao Topo Ir em baixo
Leunam
.
.
avatar

Masculino
Número de Mensagens : 550
Data de inscrição : 05/07/2010

MensagemAssunto: Re: Apresentações Seg Nov 05, 2012 5:10 am

Olá.
Não chamaria egoísmo, ao fato de seres verdadeira!
Quando já não há amor… A vida a dois fará sentido.
Claro que penso que deves fazer uma profunda interiorização, até porque pelo que descreves, tens um bom marido.
O teu caso deve servir de exemplo, a todos os casais que se esquecem de “trabalhar” para que a relação funcione.
Antes de te decidires, porque não saíres por uns dias, ficares sozinha e pensar bem no assunto.
Muitas vezes, existe um desgaste mas… logo se descobre que o amor está mesmo lá.
Não te precipites. Pensa, mas faz o favor de ser feliz.
Voltar ao Topo Ir em baixo
soniam
.
.
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 16
Data de inscrição : 12/11/2012

MensagemAssunto: Re: Apresentações Ter Nov 13, 2012 1:50 am

Olá a todos. Chamo-me Sónia, tenho 40 anos e casada (2º casamento). Ainda estou a tentar perceber o que se passou nesta segunda oportunidade. As novas descobertas tem lugar marcado todos os dias, senão a vida não tinha graça. Apenas tento fazer sentido à minha vida.
Voltar ao Topo Ir em baixo
M M
.
.


Feminino
Número de Mensagens : 17
Data de inscrição : 15/10/2012

MensagemAssunto: Re: Apresentações Ter Nov 13, 2012 3:40 am

Não deve ser fácil, eu pessoalmente ainda não passei a primeira fase do 1º ...

Tens de retirar só as partes boas dos 2 e ver o melhor caminho a seguir. Eu tb não sou a pessoa indicada para dar opiniões, só posso dizer não desistas e corre atáas do prejuízo, alguma coisa boa há-de vir...

Força e aguenta

Voltar ao Topo Ir em baixo
miguel rosa
.
.


Masculino
Número de Mensagens : 8
Data de inscrição : 12/11/2012

MensagemAssunto: Re: Apresentações Ter Nov 13, 2012 12:29 pm

Sou o Miguel.
Estou divorciado há um ano e até estou a gostar da minha nova vida.


Voltar ao Topo Ir em baixo
soniam
.
.
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 16
Data de inscrição : 12/11/2012

MensagemAssunto: Re: Apresentações Qua Nov 14, 2012 12:40 am

Obrigada MM,

A tua situação é bem mais delicada que a minha, por isso também estou por aqui para relatar as minhas experiências e que possam ser úteis a alguém.

Força e muita paciência.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Apresentações

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Apresentações
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 37 de 40Ir à página : Anterior  1 ... 20 ... 36, 37, 38, 39, 40  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Fórum Divórcio :: Apresentações :: Novos Participantes-
Ir para: